redalyc.org
Sistema de Información Científica Redalyc
Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal
Acceso abierto a la producción científica
del mundo en revistas iberoamericanas

La ciencia que no se ve no existe
English : Este enlace está inhabilitado ya que no se ha anidado en un formato JSP.


Teoria crítica de Paulo Freire, formação docente e o ensino de ciências nos anos iniciais de escolaridade

Como Citar
Formato ISO 690-2 (Artículos de revistas electrónicas)
Santos Souza, Ana Lúcia, Teresinha Chapani, Daisi. Teoria crítica de Paulo Freire, formação docente e o ensino de ciências nos anos iniciais de escolaridadeRevista Lusófona de Educação [en línea] 2013, ( ) : [fecha de consulta: 18 de noviembre de 2017] Disponible en: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=34930940008> ISSN 1645-7250
Formato APA
Santos Souza, Ana Lúcia; Teresinha Chapani, Daisi. (2013). Teoria crítica de Paulo Freire, formação docente e o ensino de ciências nos anos iniciais de escolaridade. Revista Lusófona de Educação, . 119-133.
Formato Harvard
Santos Souza, Ana Lúcia; Teresinha Chapani, Daisi. 2013. "Teoria crítica de Paulo Freire, formação docente e o ensino de ciências nos anos iniciais de escolaridade". Revista Lusófona de Educação, num. . pp. 119-133.
Formato MLA
Santos Souza, Ana Lúcia; Teresinha Chapani, Daisi. "Teoria crítica de Paulo Freire, formação docente e o ensino de ciências nos anos iniciais de escolaridade". Revista Lusófona de Educação 25 (2013): 119-133.
Formato Chicago
Santos Souza, Ana Lúcia; Teresinha Chapani, Daisi. 2013. Teoria crítica de Paulo Freire, formação docente e o ensino de ciências nos anos iniciais de escolaridade. Revista Lusófona de Educação : 119-133.
Formato Vancouver
Santos Souza AL, Teresinha Chapani D. Teoria crítica de Paulo Freire, formação docente e o ensino de ciências nos anos iniciais de escolaridade. Revista Lusófona de Educação 2013; 119-133. Disponible en: http://www.redalyc.org/redalyc-seam/articulo.oa?id=34930940008. Consultado el 18 de noviembre de 2017.