Normas de Colaboración

Orientações gerais

A Revista “Saúde & Transformação Social / Health & Social Change” (S&TS/H&SC) prima pela originalidade dos manuscritos publicados, exigindo-se, por questões éticas, que sejam originais e inéditos, não sendo permitida a submissão simultânea do manuscrito a outro periódico, condição declarada já no início do processo de submissão. Traduções de trabalhos que versem sobre o escopo poderão ser divulgadas, desde que a convite dos Editores, em casos específicos e para temáticas cuja literatura em português apresenta exiguidade.

Pela missão e escopo, S&TS/H&SC é um instrumento crítico-reflexivo e comprometido com a divulgação científica de estudos que mostrem engajamento com a transformação social.

Outra característica importante é que S&TS/H&SC tem como proposta a publicação de artigos que utilizem métodos e técnicas qualitativas.

A publicação de artigos que utilizem métodos quantitativos poderá ocorrer nos casos de Estudos de Validação transcultural e métodos mistos (quanti-qualitativos) em que métodos qualitativos sejam utilizados claramente e de maneira importante no cômputo do manuscrito.

Processo de avaliação

Todos os critérios de editoração adotados pela Revista objetivam garantir a qualidade científica das publicações.

Os manuscritos submetidos à Revista somente serão encaminhados ao Editor Chefe para considerações de mérito científico, após avaliação pela Secretaria da Editoria sobre o atendimento a todos os aspectos contidos no presente documento. 

Após aprovação nesta fase, os manuscritos serão encaminhados a membros do Corpo Editorial e pareceristas “ad hoc” de reconhecida competência na temática abordada, sempre preservando o caráter de anonimato durante o processo de avaliação. 

Os manuscritos serão enviados à pelo menos dois avaliadores de instituições diferentes, selecionados pelo Editor Chefe ou Editores Associados.

Os avaliadores têm prazo de 20 dias para exararem seus pareceres.

A partir da emissão dos pareceres, o Editor Chefe tomará ciência e os analisará para deliberação final junto com os Editores Associados, nas seguintes modalidades: aprovação; aprovação com alterações; reformulação e re-submissão; ou recusa do manuscrito. Em caso de existir  discordância entre os pareceristas, o trabalho será enviado a um terceiro consultor, que exarará seu parecer. A decisão final de aceitação/recusa ficará a cargo do Conselho Editorial.

Os pareceres e considerações dos Editores serão encaminhados aos autores, com a avaliação na íntegra e demais documentos que por ventura os pareceristas possam encaminhar com justificativas para cada uma das modalidades de avaliação sobre o mérito.

A decisão final sobre aceitação do manuscrito para publicação como artigo é realizada pelo Conselho Editorial.

Os manuscritos que cujas decisões finais forem reformulação/re-submissão ou recusa, se reapresentados, seguirão todo o processo de avaliação, desde seu início.

Categoria dos artigos

Ao submeter um manuscrito, os autores deverão observar sua adequação a uma das categorias de artigos publicadas na S&TS/H&SC, conforme se seguem.

Pesquisa Qualitativa, Teoria e Metodologia: artigos a convite dos Editores, que tem por objetivo debater aspectos teóricos sobre saúde e sociedade ou a aplicação da pesquisa qualitativa no campo da saúde (máximo de 8.000 palavras e 5 ilustrações).

Artigos originais: produtos de pesquisa empírica e que não tenha sido apresentado concomitantemente/publicado em outro meio de divulgação científica (máximo de 8.000 palavras e 5 ilustrações).

Meta-síntese e revisões integrativas: revisões de literatura qualitativa (máximo de 6.000 palavras e 5 ilustrações).

Experiências transformadoras: descrições de experiências acadêmicas no campo da saúde, sejam assistenciais ou de extensão (máximo de 8.000 palavras). 

Em casos específicos, justificados claramente aos Editores, serão aceitos artigos com número de palavras maiores que o recomendado para cada uma das categorias.

iu

Estrutura e formatação do manuscrito para submissão

Os arquivos dos manuscritos deverão apresentar a estrutura que se segue. 

Os autores não devem inserir dados pessoais ou credenciais no corpo do texto, o que será avaliado pela Secretaria da S&TS/H&SC.

A primeira etapa da avaliação dos manuscritos não versará sobre o mérito do mesmo, mas sim sobre a adequação de todas as normas de formatação. Somente serão aceitos para avaliação manuscritos que se adequarem perfeitamente a todas as normas contidas no presente documento.

Página inicial do manuscrito

Título centralizado no idioma original (Português, Espanhol, Francês ou Inglês), negritado, em letras maiúsculas e minúsculas, tamanho 12. Deve ser sintético e conciso, retratando os aspectos mais relevantes do conteúdo do manuscrito;

Versão do título em inglês centralizado, em itálico, letras maiúsculas e minúsculas, tamanho 11, imediatamente abaixo do título principal;

Os títulos (no idioma original e inglês) não poderão ultrapassar 200 caracteres com espaços.

Ressalta-se que os manuscritos não devem conter qualquer informação que possibilite a identificação da autoria do manuscrito. As informações sobre autores e instituições deverão preenchidas exclusivamente no sistema de submissão, em campo específico.

Seguida aos títulos, deverão ser apresentados resumo (resumen ou résumé) e abstract, seguidos das palavras-chave em cada idioma, conforme normas que se seguem referentes a este item.

Os resumos, em ambos idiomas, não poderão ultrapassar 2000 caracteres com espaços.

Abaixo de cada resumo, deverão constar de três a cinco palavras-chave, oriundas da base da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), disponíveis em http://regional.bvsalud.org/php/decsws.php, no idioma original e em inglês.

Os autores deverão consultar profissionais do ramo para realizar as devidas traduções, não sendo aceitas traduções eletrônicas.

Em caso de aprovação, os autores se comprometem a recorrer a profissionais indicados pela revista para a revisão de ortografia nos idiomas empregados no trabalho, assim como a tradução para o inglês.

Texto

Em caso de Artigos originais e Artigos de Meta-síntese, sugerem-se estruturá-los em ”Introdução”, “Objetivos”, “Percurso Metodológico”, “Resultados”, “Discussão”, “Limitações do Estudo”, “Considerações Finais” e “Referências Bibliográficas”. 

Os itens principais da estrutura do manuscrito deverão ter seus títulos em caixa altos e numerados na ordem de aparecimento, em negrito.

Casos existam itens em cada um deles, deverão seguir sua numeração e identificação numérica. Por exemplo, se os Resultados apresentam a seguinte forma “3. RESULTADOS” e os autores desejarem destacar sub-itens, devem fazê-lo da seguinte forma: “3.1 O homem...”; “3.2 O contexto...”. 

Todos os sub-itens deverão estar formatados em letras maiúsculas e minúsculas, e empregar negrito.

A colaboração individual dos manuscritos com mais de um autor devem ser especificadas já no processo de submissão, obedecendo às deliberações do International Committee of Medical Journal Editors, disponíveis em www.icmje.org.

São permitidos agradecimentos às instituições, agências de fomento e/ou pessoas que colaboraram com o estudo, mas que não se enquadrem nos critérios de autoria referidos no item anterior.

Os “Agradecimentos”, se pertinentes, devem constar entre o item “Considerações Finais” e “Referências Bibliográficas”.

Apesar da estrutura básica adotada por S&TS/H&SC, será respeitado o estilo de redação de cada autor, desde que contemplem essencialmente os itens anteriormente mencionados.

Para as demais categorias de artigos, sugere-se a mesma estrutura, com certa liberdade de variação, respeitando-se o estilo de redação empregado pelos autores;

Relembra-se que o texto deve apresentar a característica reflexiva e um potencial para produzir mudanças sociais, não sendo interessantes à S&TS/H&SC manuscritos que apenas apresentem resultados e os confrontem com a literatura científica existente.

Os manuscritos enviados devem ser redigidos obedecendo-se as normas gramaticais e ortográficas do idioma de origem (Português, Inglês, Espanhol ou Francês).

Normas para submissão

Os manuscritos deverão ser submetidos eletronicamente pelo sistema SEER, na página da revista. Outras formas de submissão não serão aceitas. As instruções para submissão são as que se seguem.

Deverão constar os dados referentes ao manuscrito: título completo (em português, espanhol, francês ou inglês); área de concentração; palavras-chave; informações sobre fomento; conflitos de interesses; resumos (em português, espanhol ou francês; e inglês); e agradecimentos.

Todos os autores deverão ser incluídos na submissão, com nomes completos, respectivas instituições por extenso, endereços institucionais, telefone e email, assim como a contribuição individual no manuscrito.

A ordem dos autores na submissão será a utilizada para a publicação do artigo, caso seja aprovado. O autor que realizar a submissão do manuscrito será automaticamente incluído como autor correspondente e seu endereço será apresentado no artigo publicado.

O acompanhamento da avaliação e contato com a Secretaria Editorial deverá ser feito preferencialmente pelo email sts_secretaria@ccs.ufsc.br.

Para contagem de palavras em cada categoria de artigos, deve-se incluir apenas o corpo do texto e as referências bibliográficas.

Caso a pesquisa tenha apoio financeiro de alguma agência de fomento ou iniciativa privada, os autores devem registrar todas as informações

(Agência de fomento, Edital e número do processo), que serão divulgadas no cômputo dos artigos publicados.

Havendo investigação que envolva seres humanos, devem ser explicitados claramente os aspectos éticos e a aprovação por Comitê de Ética em Pesquisa, informando o número do protocolo desta aprovação. 

Deve ser inserida cópia digitalizada do parecer ético no sistema, na área para transferência de documentos suplementares durante a submissão dos manuscritos.

É imprescindível que haja declaração de conflito de interesses, seja potencial ou manifesto, incluindo aspectos políticos e/ou financeiros.

Normas para formatação do manuscrito

A primeira etapa da avaliação dos manuscritos não versará sobre o mérito do mesmo, mas sim sobre a adequação de todas as normas de formatação. Somente serão aceitos para avaliação manuscritos que se adequarem perfeitamente a todas as normas.

O arquivo deverá estar em formato '.doc' (Microsoft Word), sem qualquer identificação que remeta a autoria.

O texto deverá estar formatado em tamanho A4, com espaçamento de 1,5 cm, fonte Arial, tamanho 12, margens de 2,0 cm. 

Parágrafos em branco não deverão ser utilizados entre os demais do texto.

Todas as páginas deverão estar numeradas, no canto superior direito.

No caso de manuscritos que apresentem citações literais com mais de três linhas e/ou depoimentos de entrevistados, estas deverão apresentar recuo 2 cm, em letra 8, espaço simples, destacadas do restante do texto que se seguem.

No uso de legitimação de depoimentos, é imprescindível a codificação dos sujeitos e/ou grupos focais dos quais se originaram os dados, excetuando os manuscritos cujos resultados forem oriundos de um sujeito – como no caso de histórias de vida ou estudos de caso – ou apenas um grupo focal, desde que sustentável em termos metodológicos.

Sugere-se que não haja modificações na estrutura original do depoimento, inclusive no que se refere à ortografia, preservando a natureza do dado;

As tabelas, quadros, diagramas e/ou ilustrações (fotografias, fluxogramas, mapas, gráficos e tabelas) deverão ser inseridas no corpo do texto, numeradas conforme o aparecimento no texto. Deverão ser referidas no corpo do texto.

Imediatamente superior a imagem, deverá ser inserido seu título, numeração seqüencial e descrição. Caso existam legendas ou citação da fonte de dados, deverão aparecer imediatamente abaixo.

Deve-se evitar o uso de ilustrações, quadros ou tabelas muito extensas, que prejudiquem a avaliação e a leitura do manuscrito;

As tabelas e quadros terão o limite de 17 cm de largura, em letra Arial, letra tamanho 8, espaçamento simples. 

Não deverão ser incluídas como figuras no texto, mas sim em formato do Word.

As tabelas, quadros e/ou ilustrações não devem estar fragmentadas entre as páginas do manuscrito.

Gráficos, diagramas e ilustrações deverão apresentar-se por arquivos do tipo jpeg.

Serão aceitas, no máximo, cinco tabelas, quadros e/ou ilustrações por manuscrito.

As tabelas e quadros deverão estar em preto e branco, enquanto as ilustrações podem estar nesta formatação ou coloridas.

Todas as tabelas, quadros e/ou ilustrações deverão apresentar títulos acima e legendas abaixo (quando necessário).

Normas das referências

S&TS/H&SC adota o estilo "Vancouver".

As referências deverão ser numeradas de forma consecutiva, de acordo com a ordem de aparecimento no corpo do manuscrito, identificadas por números arábicos sobrescritos, imediatamente ao término do parágrafo ou nome do autor, antes do ponto final ou vírgula nos casos que se aplicam, sem a utilização de espaços entre o autor e numeração, parênteses, colchetes e similares. (Ex.: "Pinho2 afirma que...", "O complexo origina-se do emaranhado de eventos, interações, retro-ações, incidentes, que constituem o mundo dos fenômenos1." ou "... segundo Corradi-Webster12.").

No corpo do texto, deverão ser citados até dois autores por referência. Caso a publicação citada tenha número superior a dois autores, citam-se os dois primeiros separados por 'ponto e vírgula' seguindo-se a expressão latina "et al". (Ex.: "um

profissional de saúde deve tanto se articular aos demais como promover articulação intersetorial, segundo Schraiber; Peduzzi; et al9")

Todas as referências citadas em tabelas, quadros e ilustrações deverão estar numeradas a partir do número da última referência citada no texto.

Todas as referências citadas deverão estar listadas no final do artigo, em ordem numérica, seguindo as recomendações dos Requisitos Uniformes para Manuscritos apresentados a Periódicos biomédicos, disponíveis em http://www.nlm.nih.gov/citingmedicine.

Em caso de artigos, somente a 1ª letra do título do periódico ou do livro deve estar em maiúscula.

Os títulos dos periódicos devem ser abreviados pela lista de abreviaturas de periódicos do Index Medicus  (base de dados Medline), que pode ser consultado no  endereço: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/entrez/query.fcgi?db=journals sem pontos entre o título e o ano. 

Para abreviatura dos títulos de periódicos nacionais e latino-americanos, consulte o site:  http://portal.revistas.bvs.br sem os pontos da abreviatura. 

Quando as páginas do artigo consultado apresentarem números coincidentes, eliminar os dígitos iguais. Ex: p. 520-529; usar 320-9 

Denominamos número (fascículo) a identificação da seqüência do volume, sendo que o algarismo fica entre parênteses. Ex.: 347(4).   

Todos os links citados deverão estar ativos na submissão.

Todas as referências devem ser apresentadas em perfeita correção e completude, quesito verificado pela Secretaria Editorial e Assistentes da Editoria na pré-avaliação do manuscrito. 

Somente sanadas eventuais irregularidades é que o processo de avaliação de mérito será iniciado.

A veracidade das informações contidas na lista de referências é de exclusiva responsabilidade dos autores.

No caso de publicações até de três autores, todos deverão ser citados nas referências.

Quando a publicação tiver mais de três autores, citam-se os três primeiros, seguidos da expressão latina "et al".

Comunicação pessoal não é considerada como referência na Revista S&TS/H&SC, mas sim como depoimento a ser legitimado pela fala do comunicante.

Exemplos

Teses, Dissertações ou Monografias

Autor(es). (Tese/Dissertação/Monografia). Título. Departamento, Instituição, Cidade. Ano.

Moretti-Pires RO. (Dissertação). A mercantilização da Saúde: o trabalho dos Cirurgiões Dentistas em um contexto de mudanças. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/USP, Ribeirão Preto. 2005.

Corradi-Webster CM. (Tese). Consumo problemático de bebidas alcoólicas por mulheres: discursos e histórias. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras/USP, Ribeirão Preto. 2009.

Artigos científicos

Autor(es) do artigo. Título do artigo. Título do periódico abreviado  Data de publicação; volume (número): página inicial-final do artigo. 

Atkson S. Political cultures, health systems and health policy. Soc Scienc Med 2002; 55(2):113-124.

Molleman E, Broekhuis M, Stoffels R, et al. How Health Care Complexity Leads to Cooperation and Affects the Autonomy of Health Care Professionals.  Health Care 2008; 16(3), 329-341.

Artigo não publicado (no prelo) 

Autor(es) do artigo. Título do artigo. Título do periódico abreviado seguido do ano provável de publicação. Indicar no prelo. 

Tian D, Araki H, Stahl E, Bergelson J, Kreitman M. Signature of balancing selection in Arabidopsis. Proc Natl Acad Sci U S A 2002. No prelo. 

Livros e publicações

Autor(es) do livro. Título do livro. Edição (Editora). Cidade de publicação: Editora; Ano de publicação. 

Crotty M. The foundations of Social Research - meaning perspective in the research process. London: Sage Publications; 2003.

Mills MB, Huberman MA. Qualitative data analysis: an expanded sourcebook. Thousand Oaks: Sage Publications; 1994.

Autor(es) do capítulo. Título do capítulo. In: nome(s) do(s) autor(es) ou editor(es) seguido de (org). Título do livro.. Cidade de publicação: Editora; Ano de publicação. página inicial-final do capítulo. 

Pessini L. humanização da dor e do sofrimento humano na área da saúde. In: Pessini L, Bertachini L (org.) Humanização e cuidados paliativos. São Paulo: Loyola; 2004. p.12-30.

Documentos oficiais

País, Estado ou cidade. Departamento, órgão ou instituição. Título do documento. Cidade: Editora/Departamento, órgão ou instituição; ano. 

Brasil. Ministério da Saúde. Equipe de Saúde bucal: projeto, programas e relatórios. Brasília: Ministério da Saúde; 2002.

Documentos online

Autor do artigo ou Instituição. Título da página de internet. Endereço/Link. <data do acesso, seguida da expressão “Acesso em”> 

World Health Organization. Global Status Report on Alcohol. http://whqlibdoc.who.int/publications/2004. <Acesso em 23.02.2010>

Artigo de jornal 

Autor do artigo. Título do artigo. Nome do jornal. Data; Seção: página (coluna). 

Tynan T. Medical improvements lower homicide rate: study sees drop in assault rate. The Washington Post. 2002 Aug 12;Sect. A:2 (col. 4).   

Normas para pesquisas envolvendo coleta de informações de seres humanos (diretamente ou por prontuários de pessoas vivas)

Os manuscritos oriundos de resultados de pesquisas envolvendo seres humanos estão condicionados ao cumprimento dos princípios éticos contidos na Declaração de Helsinki, conforme a World Medical Association, devendo ser observados os procedimentos e autorizações legais do país em que a pesquisa foi realizada.

Da submissão no sistema, os autores deverão encaminhar cópia digitalizada do documento legal que autoriza a pesquisa, por algum Comitê ou Órgão responsável por estas questões no país em que foi realizada a pesquisa, incluindo-o nos documentos suplementares.

Em pesquisas realizadas no Brasil, será exigida autorização de Comitê de Ética envolvendo pesquisas com Seres Humanos, credenciado junto ao Conselho Nacional de Pesquisa com Seres Humanos, em conformidade com o que estabelece o Conselho Nacional de Saúde.

Os documentos comprobatórios da autorização deverão ser inseridos no processo de submissão, nos documentos suplementares.

Ressalta-se que todos os procedimentos éticos deverão estar claros na metodologia do manuscrito, assim como número do protocolo que aprova a realização da pesquisa.

Entende-se que pesquisas que utilizam material público de internet (como blogs e similares) e metodologias que empreguem a percepção do próprio pesquisador – como no caso da etnografia - dispensam apresentação de aprovação ética, tendo em vista a legislação vigente no Brasil.

Itens de verificação para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores obrigatoriamente deverão verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".

Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB)

URLs para as referências foram informadas quando necessário.

texto está em espaço simples; usa uma fonte Arial de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, como anexos.

texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.

A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.

Os dados empíricos foram coletados a partir de projeto que empregou metodologia qualitativa. Em caso de manuscrito oriundo de projeto que utilizou métodos mistos (quantitativo e qualitativo), a contribuição de metodologia qualitativa é robusta.

Declaração de direito autoral

Da submissão, os autores deverão encaminhar cópia digitalizada do seguinte documento assinados por todos os autores do manuscrito, conforme modelo que se segue, nos documentos suplementares que constam no processo de submissão.

Modelo de declaração de responsabilidade, agradecimentos e transferência de direitos autorais

Declaro para fins legais a cerca do manuscrito “nome do manuscrito” que

Contribuí substancialmente para a concepção e planejamento, e/ou análise e interpretação dos dados; 

Contribuí significativamente na elaboração do rascunho e/ou na revisão crítica do conteúdo; 

Participei da aprovação da versão final do manuscrito;

Obtive permissão por escrito de todas as pessoas mencionadas nos Agradecimentos, as quais contribuíram substancialmente à realização deste manuscrito, mas não preencheram os critérios de autoria;

Caso não tenha incluído sessão de Agradecimentos, certifico que nenhuma pessoa fez qualquer contribuição substancial para sua confecção.

Atesto que, se solicitado, fornecerei ou cooperarei na obtenção e fornecimento de dados sobre os quais o artigo está baseado, para exame dos editores.

Em caso de aprovação, concordo com a transferência dos direitos autorais referentes ao manuscrito, à Revista “Saúde & Transformação Social. O manuscrito e seu conteúdo se tornarão propriedade exclusiva da Revista, vedada qualquer produção, total ou parcial, em qualquer outra parte ou meio de divulgação, impressa ou eletrônica, sem prévia e necessária autorização dos responsáveis legais pela Revista 

Local e data 

Nome dos autores (por extenso) e respectivas assinaturas

Revista de Acceso Abierto