redalyc.org

Sistema de Información Científica Redalyc
Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

redalyc.org redalyc.org
YIELD STABILITY AND ADAPTABILITY OF COMMON BEAN LINES DEVELOPED BY EMBRAPA
Joaquim Geraldo de Cáprio da Costa, Carlos Agustin Rava, Francisco José Pfeilsticker Zimmermann, Leonardo Cunha Melo;
Pesquisa Agropecuária Tropical 2008 38(2)
Resumen
Portugués Inglés
O trabalho objetivou avaliar linhagens de feijoeiro comum, geradas pela Embrapa Arroz e Feijão, quanto à estabilidade, adaptabilidade, resistência a doenças e outras características agronômicas desejáveis. As linhagens foram divididas em dois grupos, um com 216 linhagens de grãos pretos e o outro com 56 linhagens de grãos do grupo cor (Carioca e Mulatinho), ambos com quatro variedades testemunhas. O delineamento experimental foi o de blocos aumentados de Federer. Foram obtidos os índices ambientais (Ij), os coeficientes de regressão (bi) e suas variâncias de desvios (s2di), utilizando-se a metodologia de Eberhart & Russell (1966). Das linhagens de grãos de cor, 40 mostraram-se estáveis e, das linhagens de grãos pretos, 49 foram estáveis. O rendimento médio de grãos da linhagem CNFP10080 (grão preto) superou significativamente (p < 0,05) a testemunha Diamante Negro. As linhagens CNFP10099 e CNFP10123, de grãos pretos, mostraram adaptação específica a ambientes desfavoráveis, isto é, tiveram valores de bi estatisticamente inferiores (p < 0,05) à unidade. Entre os genótipos estáveis e com boa adaptabilidade, as linhagens CNFC10276 (de grãos de cor) e CNFP10207 (de grãos pretos) mostraram boa arquitetura de planta; CNFM10258 e CNFC10283 (ambas de grãos de cor) e, ainda, CNFP10229 (grão preto) apresentaram arquitetura adequada e resistência à ferrugem; CNFM10249, CNFM10251 e CNFM10253, todas com grão de cor, e, também, CNFP10212, de grão preto, apresentaram resistência conjunta à mancha angular e à ferrugem.

Palabras clave: Phaseolus vulgaris, resistência a doen- ças, melhoramento de plantas, produção de grãos.
Ver Resumen
Universidad Autónoma del Estado de México
Sistema de Información Científica Redalyc ®
Versión 3.0 | 2017
redalyc@redalyc.org