redalyc.org

Sistema de Información Científica Redalyc
Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

redalyc.org redalyc.org
Portugués Inglés
O presente trabalho avaliou o efeito de diferentes níveis de BAP (0; 2; 4; 6; 8 e 10µM) e de AIB (0; 0,5 e 1µM) na multiplicação in vitro da amoreira-preta cv. Tupy. O meio utilizado foi o MS suplementado com 100mg. l-1 de mio-inositol, 30g. l-1 de sacarose e 6g. l-1 de ágar. Após a inoculação, as culturas foram mantidas em sala de cultura com 16 horas de fotoperíodo, temperatura de 25 ± 2ºC e radiação de 25µmoles.m-2.s-1. O número de gemas e o número de brotações foram avaliados com intervalo semanal, num total de quatro avaliações, e, na última avaliação, considerou-se a altura da brotação, bem como foi determinada a taxa de multiplicação. O maior número de gemas foi obtido com 2µM de BAP e, na ausência de AIB, enquanto o maior número de brotações foi atingido, até a terceira semana de cultivo, com 2 e 4µM de BAP. Para altura das brotações, tanto na ausência como no nível de 1µM de AIB, o aumento nas concentrações de BAP resultou na diminuição do comprimento das brotações linearmente. Observou-se, de modo geral, com o aumento dos níveis de BAP, para todas as doses de AIB, uma redução na altura das brotações. A concentração de 1µM de AIB associado com BAP influenciou negativamente a taxa de multiplicação, até a concentração de 5,9µM de BAP. Quando utilizado isoladamente, o BAP promoveu aumento na taxa de multiplicação até o nível de 5,1µM. O AIB a 0,5µM, em todos os níveis de BAP, não influenciou significativamente na taxa de multiplicação.

Palabras clave: reguladores de crescimento; micropropagação; cultura de tecidos.
Ver Resumen
Universidad Autónoma del Estado de México
Sistema de Información Científica Redalyc ®
Versión 3.0 | 2017
redalyc@redalyc.org