Sistema de Información Científica Redalyc
Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

redalyc.org redalyc.org
Portugués Inglés
Este artigo objetiva discutir a questão do potencial dos movimentos sociais na renovação da sociedade a partir do caso do movimento dos agricultores na região do Alto Uruguai do Rio Grande do Sul. Parte-se do suposto de que para melhor compreender o potencial renovador do movimento torna-se necessário contextualizar, inicialmente, o processo de formação de sua identidade coletiva, revelando as múltiplas determinações que nele se manifestam. Para isso, atém-se especificamente aos processos de formação da identidade da "agricultura familiar", de positivação deste modo de agricultura e a diferenciação identitária com relação a outros movimentos atuantes na região do Alto Uruguai. A análise deste caso é particularmente reveladora de como um movimento de agricultores consegue transformar sua forma de inserção social e o modo como é reconhecido socialmente (positivação) e manter, ao mesmo tempo, inalteradas algumas práticas e concepções conservadoras, características das "antigas colônias de imigrantes".

Palabras clave: Movimentos sociais, fetraf-sul, identidade coletiva, agricultura familiar, alto Uruguai.
Ver Resumen
Universidad Autónoma del Estado de México
Sistema de Información Científica Redalyc ®
Versión 3.0 | 2017
redalyc@redalyc.org