redalyc.org
logo de institución
Revista Contabilidade & Finanças - USP
Revista Activa *
ISSN: 1519-7077 ISSN electrónico: 1808-057X
Cuatrimestral
Administración y Contabilidad
Universidade de São Paulo
Brasil

Revista en DOAJ


Normas para autores

Página de la revista
Sitio web de la institución editora


Contacto
Canal RSS rss
2571ArtículosÍndice deinternacionalizaciónEn coautoriaÍndice deesfuerzo editorial
descargas
Fábio Frezatti
Crea tu propia página
Elizabeth A. Gordon
Crea tu propia página
en: This study aimed to analyze how the interface occurs between the management control systems (MCSs) and the strategy and performance measures in a family business, from the perspective of Contingency Theory. The relevance of the theme lies in understanding how the use of the managerial levers from the Levers of Control (LOC) model (Simons, 1995) is perceived by the senior management of a family business in the interface with the strategy and performance measures. In terms of its impact in the area, this article broadens the field of research that uses the LOC model together with strategy and performance measures in family businesses. The research methodology used combined methods, operationalized by the case study procedure. The content analysis was performed using coded categories based on the literature and selected passages from the interviews, observation, and documents, by means of qualitative analysis software. As a result, it was observed that the family management designed by the controlling owner, with an entrepreneurial vision, working together (father and sons), and the organizational values of the family unit (belief systems), showed particularities of the family-business duality that contributed to the implementation of the strategy and the use of performance measures. It is also inferred that the two systems (diagnostic controls and interactive controls) are complementary in the organization and that the “customized control” produced by the integrated management system is an adjustment of the MCS to the contingencies in order to enable the interface with the strategy and performance measures. The study revealed that the family values present in the management take form in the belief systems that shape the use of the MCSs and in the strategic behavior of the organization, which is an element that is barely discussed in Simons (1995) and opens up room for new research.>>>pt: O objetivo deste trabalho foi analisar como ocorre a interface dos sistemas de controle gerencial (SCGs) com a estratégia e medidas de desempenho em empresa familiar sob a ótica da Teoria Contingencial. A relevância do tema consiste em entender como o uso das alavancas gerenciais do modelo levers of control (LOC) (Simons, 1995) é percebido pela alta gestão de uma empresa familiar na interface com a estratégia e medidas de desempenho. Como impacto na área, este artigo amplia o campo de pesquisa que utiliza o modelo LOC (Simons, 1995) com a estratégia e medidas de desempenho na empresa familiar. A metodologia da pesquisa utilizou métodos combinados, operacionalizada pelo procedimento de estudo de caso. A análise de conteúdo foi realizada por categorias codificadas com base na literatura e em trechos selecionados das entrevistas, da observação e de documentos, por meio de software de análise qualitativa. Como resultado, observou-se que a gestão familiar concebida pelo proprietário controlador com visão empreendedora, o trabalho conjunto (pai e filhos) e os valores organizacionais oriundos da unidade familiar (sistemas de crenças) demonstraram particularidades da dualidade família-negócios que contribuíram para implementação da estratégia e uso de medidas de desempenho. Infere-se, também, que os dois sistemas (controles diagnósticos e controles interativos) são complementares na organização e que o “controle personalizado” emitido pelo sistema integrado de gestão revela-se como ajuste do SCG às contingências para permitir a interface com a estratégia e medidas de desempenho. O estudo revelou que os valores da família presentes na gestão se manifestam nos sistemas de crenças que moldam o uso dos SCGs e no comportamento estratégico da organização, elemento pouco discutido no modelo de Simons (1995), abrindo campo para novas pesquisas.>>>
Ieda Margarete Oro
Crea tu propia página
Carlos Eduardo Facin Lavarda
Crea tu propia página
en: This article investigates, in the Brazilian capital market, the effect of the composition of the board of directors on executive compensation sensitivity to market performance, known as pay-performance sensitivity (PPS). Due to potential agency conflicts between controlling and minority shareholders and between shareholders and managers, members of the board of directors of the executive board or those appointed by the controlling shareholder might have less independence, something which may compromise monitoring effectiveness and, consequently, reduce the PPS. The purpose is contributing to understand the agency conflicts that have taken place in the Brazilian capital market and to define the configuration of the monitoring and compensation mechanisms that minimize total agency costs, maximizing shareholders’ wealth. The research results have implications for understanding the agency relations and for corporate governance in the Brazilian capital market. It is concluded that the relation between the monitoring exercised by the board of directors and executive compensation is a condition for its effectiveness as a governance mechanism in the Brazilian capital market. Data within the period 2013-2015 from 92 companies that participate in the Brazil 100 Index (IBRX 100) of the São Paulo Stock, Mercantile & Futures Exchange (BM&FBOVESPA) were analyzed. In addition to tests of difference between mean values and correlation, estimates were processed through feasible generalized least squares modeling. The independence of the board of directors vis-à-vis the controlling shareholder and the executive board may work as a corporate governance mechanism supplementing executive compensation. The results of this study indicate that the proportion of executives and independent members in the board of directors reduces the PPS, a measurement for executive compensation effectiveness made operational by the contemporary relation between increased managers’ compensation and increased company’s market value.>>>pt: Este artigo investiga, no mercado de capitais brasileiro, o efeito da composição do conselho de administração na sensibilidade da remuneração dos executivos ao desempenho de mercado, conhecida como pay-performance sensitivity (PPS). Devido aos potenciais conflitos de agência entre acionistas controladores e minoritários e entre acionistas e gestores, os membros do conselho de administração da diretoria executiva ou indicados pelo acionista controlador teriam menos independência, o que pode comprometer a eficiência do monitoramento e, por consequência, reduzir a PPS. Pretende-se contribuir com o entendimento dos conflitos de agência ocorridos no mercado de capitais brasileiro e com a definição da configuração dos mecanismos de monitoramento e compensação que minimizam os custos totais de agência, maximizando a riqueza dos acionistas. Os resultados da pesquisa trazem implicações para a compreensão das relações de agência e para a governança corporativa no mercado de capitais brasileiro. Conclui-se que a relação entre o monitoramento exercido pelo conselho de administração e a compensação dos gestores é condição para sua eficácia como mecanismo de governança no mercado de capitais brasileiro. Analisaram-se dados do período de 2013 a 2015 de 92 empresas participantes do Índice Brasil 100 (IBRX 100) da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA). Além de testes de diferença entre médias e correlação, processaram-se estimações por meio da modelagem mínimos quadrados generalizados viáveis (feasible generalized least squares). A independência do conselho de administração em relação ao acionista controlador e à diretoria executiva pode funcionar como mecanismo de governança corporativa complementar à compensação dos executivos. Os resultados deste estudo indicam que a proporção de executivos e de membros independentes no conselho de administração reduz a PPS, medida de eficácia da compensação dos executivos operacionalizada pela relação contemporânea entre incremento da remuneração dos gestores e incremento de valor de mercado da empresa.>>>
Isac de Freitas Brandão
Crea tu propia página
Alessandra Carvalho de Vasconcelos
Crea tu propia página
Márcia Martins Mendes De Luca
Crea tu propia página
Vicente Lima Crisóstomo
Crea tu propia página
en: This study seeks to investigate the influence of the complexity of companies on levels of accounting conservatism. The subject of analysis, accounting conservatism in complex companies, can be considered relevant because it analyzes conservative practices taking into account the organizational context of companies; something that is ignored in other studies that investigate the incentives or determinants of accounting conservatism, at least as far as firm complexity is concerned. The research presents statistical evidence that accounting conservatism varies positively with the information asymmetry caused by specific characteristics of complex environments. On the other hand, when companies present several complex characteristics together, then the trend is one of little adoption of conservatism. In addition, this research brings together evidence that aims to contribute to accounting science by analyzing complex companies and conservatism and not the opportunistic practices observed in previous studies. The sample refers to 110 publicly traded companies from 2010 to 2016. The data collection was carried out using company reports, such as reference forms, registration data, and explanatory notes, as well as the Economatica® database. The data analysis was performed using multiple linear regression and quantile regression. The evidence obtained in the research indicates that accounting conservatism varies according to the information asymmetry caused by complex environments, in which it can present a positive relationship in companies with few characteristics of complexity, or a negative relationship if the company has complexity in several characteristics at the same time. It throws light on the different levels of conservatism observed in companies, which can often be attributed to mechanisms of governance, organizational culture, and accounting standards, among other factors, which are results that may be biased if the company complexity factor is not considered.>>>pt: O estudo busca averiguar a influência da complexidade de empresas nos níveis de conservadorismo contábil. O tema de análise, conservadorismo contábil em empresas complexas, pode ser considerado relevante porque analisa as práticas de conservadorismo levando em conta o contexto organizacional das empresas, fato ignorado em outros estudos que investigam os incentivos ou determinantes do conservadorismo contábil, pelo menos quanto à complexidade empresarial. A pesquisa apresenta evidências estatísticas de que o conservadorismo contábil varia de forma positiva com a assimetria da informação ocasionada por características específicas de ambientes complexos. Em contrapartida, quando estas apresentam, em conjunto, diversas características complexas, então a tendência é de pouca adoção do conservadorismo. Além disso, a presente pesquisa reúne evidências que visam a contribuir para a ciência contábil pela análise de empresas complexas e conservadorismo, e não práticas oportunistas observadas em estudos prévios. A amostra refere-se a 110 empresas de capital aberto no período de 2010 a 2016. A coleta de dados foi realizada por meio de relatórios das empresas, como formulários de referência, dados cadastrais e notas explicativas, bem como da base de dados Economatica®. A análise dos dados foi realizada por meio de regressão linear múltipla e regressão quantílica. Evidências obtidas na pesquisa indicam que o conservadorismo contábil varia conforme a assimetria de informação ocasionada por ambientes complexos em que pode apresentar uma relação positiva em empresas com poucas características de complexidade ou relação negativa se a empresa tem complexidade em diversas características ao mesmo tempo. Lança luz, então, sobre os diferentes níveis de conservadorismo observados nas empresas que muitas vezes podem ser atribuídos a mecanismos de governança, cultura organizacional, padrões contábeis, entre outros fatores, resultados que podem estar enviesados por não considerar o fator complexidade de empresas.>>>
Alyne Serpa Ganz
Crea tu propia página
Leonardo Bernardi Rohenkohl
Crea tu propia página
Roberto C. Klann
Crea tu propia página
en: This article aims to assess the impact of the New Guideline of the Brazilian Accounting Pronouncements Committee (Comitê de Pronunciamentos Contábeis - OCPC 07) on improving formal features (size, readability, and specificity) of Brazilian companies’ Notes. OCPC 07 is one of the world’s first guidelines issued in response to the current demand for the downsizing of companies’ Notes, which according to standard setters and market agents have become too extensive, thus characterizing a disclosure overload. This is a unique study on the subject. The results suggest the effectiveness, although limited, of the new standard in promoting a departure from the habits of secrecy and formalism rooted in centuries of legal-accounting civil law tradition, and indicate that there is still room for complementary improvement initiatives in the form of incentives for firms and increased enforcement. Three complementary methodological approaches are used: (1) an analysis of both the evolution of note size after OCPC 07 and the factors explaining that size and its variation; (2) an examination of indicators of readability, conciseness, and specificity of the note on accounting policies; and (3) a size comparison of the Notes of Brazilian and British companies, a benchmark of the common law tradition. An average reduction of 10% in Note size was found two years after the introduction of Guideline (Orientação) 07 by the (OCPC 07). This downsizing was not generalized, but instead identified only among firms in the Novo Mercado and among those audited by two of the Big Four. Even in firms that reduced their notes by at least 20%, no significant improvements in readability levels could be perceived, nor in habits of copy-pasting the auditors’ templates, which could signal a focus on firms’ real practices in the note on accounting policies. Brazilian Notes remain far from the benchmark and are still 40% longer than British ones, despite an equivalent number of pages being expected.>>>pt: Este artigo teve por objetivo avaliar o impacto da Orientação do Comitê de Pronunciamentos Contábeis 07 (OCPC 07) em melhorias de forma (tamanho, readability e especificidade) das notas explicativas (NEs) brasileiras. A OCPC 07 constitui um dos primeiros normativos emitidos no mundo em resposta à demanda atual por enxugamento das NEs, que teriam, segundo reguladores e agentes do mercado global, tornado-se exageradamente extensas pelo acúmulo de informações irrelevantes, caracterizando um disclosure overload. Trata-se de estudo inédito sobre o tema. Os resultados sugerem a eficácia, embora limitada, da introdução de um novo normativo na promoção do afastamento de hábitos de sigilo e formalismo arraigados em séculos de tradição contábil-legal de civil law; tal aponta a oportunidade de ações complementares sob a forma de incentivos às empresas e incremento do enforcement. São utilizadas três abordagens complementares: (i) analisa a evolução do tamanho das NEs com a OCPC 07 e os fatores explicativos do tamanho e de sua variação; (ii) examina indicadores de readability, concisão e especificidade da nota de políticas contábeis; e (iii) compara, exemplificativamente, o tamanho das NEs de empresas brasileiras e britânicas, benchmark de transparência da tradição common law. Verificou-se a redução média de 10% no tamanho das NEs após dois anos de vigência da OCPC 07. Contudo, esse enxugamento não foi generalizado, mas identificado apenas em empresas do Novo Mercado e em auditadas por duas das Big Four. Mesmo considerando apenas empresas que reduziram suas NEs em pelo menos 20%, não foram percebidas melhorias significativas nos níveis de readability, nem no hábito de copy-paste dos modelos do auditor que sinalizassem um foco nas práticas reais da empresa na nota de políticas contábeis. As NEs brasileiras permanecem distantes do benchmark, estando 40% maiores que as britânicas, contra a expectativa de tamanho equivalente.>>>
Edilene Santana Santos
Crea tu propia página
Maira Ferreira Bispo
Crea tu propia página
en: This study assesses whether the trade-off or the pecking order theories explain the increased cash ratios in Latin American firms. It also assesses the explanatory power of additional variables that identify key macroeconomic features in Latin American economies. Due to its noticeable increase, cash became a key feature of Latin American firm performance over the last decades. The need for a better understanding is stressed by the fact that, during most of the last decade, these firms experienced a phase of accelerated economic growth and buoyant financial markets. The resulting surge in real investment opportunities within this period makes the growing cash holdings all the more puzzling. As far as we know, no other research addresses this issue in a direct way. There are robust facts about the increased cash holdings in Latin American firms. This article assesses traditional explanations and defines which fits more properly to the study sample. A complementary explanation regarding exchange rate exposure and key macroeconomic variables is constructed and empirically evaluated. To address potential sources of endogeneity, dynamic panel data methods are used. Particularly, the system generalized method of moments (GMM) was applied, as proposed by Blundell and Bond (1998). This article reports an increasing trend for corporate cash holdings in a sample of selected Latin American firms between 2000 and 2014. Likewise, net leverage and short-term debt show a declining trend over the same period. The trade-off theory may explain this. A substantial effect of macroeconomic variables particularly affecting firms that operate in the region is observed, such as exchange rate risks.>>>pt: Este estudo avalia se as teorias de trade-off ou pecking order explicam o aumento dos índices de caixa em empresas latino-americanas. Ele também avalia o poder explicativo de variáveis adicionais que identificam características macroeconômicas fundamentais nas economias latino-americanas. Por causa de seu notável aumento, o caixa se tornou uma característica-chave do desempenho de empresas latino-americanas nas últimas décadas. A necessidade de maior compreensão é enfatizada pelo fato de que, durante a maior parte da última década, essas empresas vivenciaram uma fase de crescimento econômico acelerado e mercados financeiros dinâmicos. O aumento decorrente das oportunidades de investimento real nesse período torna o aumento da liquidez de caixa ainda mais intrigante. Até onde se sabe, nenhuma outra pesquisa aborda essa questão de modo direto. Há fatos robustos acerca do aumento da liquidez de caixa em empresas latino-americanas. Este artigo avalia as explicações tradicionais e define qual se adequa melhor à amostra de estudo. Uma explicação complementar sobre a exposição cambial e as principais variáveis macroeconômicas foi construída e avaliada empiricamente. Para abordar potenciais fontes de endogeneidade, são usados métodos dinâmicos de dados em painel. Particularmente, aplicou-se o sistema método generalizado de momentos (generalized method of moments - GMM), como proposto por Blundell e Bond (1998). Este artigo relata uma crescente tendência de liquidez de caixa corporativo em uma amostra de empresas latino-americanas selecionadas entre 2000 e 2014. Do mesmo modo, a alavancagem líquida e a dívida de curto prazo apresentam uma tendência decrescente no mesmo período. A teoria de trade-off pode explicar isso. Observa-se um efeito substancial das variáveis macroeconômicas que afetam principalmente as empresas que operam na região, como os riscos cambiais.>>>
Rodrigo Pérez Artica
Crea tu propia página
Leandro Brufman
Crea tu propia página
Nicolás Saguí
Crea tu propia página
en: The present study aims to determine the impact of bank revenue diversification on Brazilian banks’ risk and return. This strategy has been adopted by banks in several countries, including Brazil. In 2003, noninterest income accounted for 17.80% of the operating revenue of the banks analyzed, and in 2014, this share increased to 27.40%. While many studies have addressed the subject in American, European and Asian banks, it still has not been approached in a sample of Brazilian banks. Since the banking industry is a key variable for the financial system’s stability, it is important to study the factors that affect banks’ risk and return. We analyzed the sample for the period from 2003 to 2014, using dynamic panel data GMM (Generalized Method of Moments) to address endogeneity, heteroscedasticity and autocorrelation problems. Our main results show that noninterest income has a major role in the performance of the banks studied; our analysis of financial intermediation activities showed that loan operations produced better results than trading. Moreover, confirming the hypotheses proposed, noninterest income showed a generally positive impact on return and risk adjusted return for the banks studied. However, against our expectation, noninterest income showed a positive relationship with the risk of these banks (although not statistically significant). It is worth highlighting the control variables, i.e., real interest rate, GDP and bank growth, which were relevant in determining bank performance.>>>pt: O objetivo deste estudo é determinar o impacto da diversificação das receitas bancárias sobre o risco e o retorno dos bancos brasileiros. Essa estratégia foi adotada por bancos em diversos países, inclusive no Brasil. Em 2003, as receitas noninterest (não decorrentes de juros) representavam 17,80% da receita operacional dos bancos analisados e, em 2014, essa participação havia aumentado para 27,40%. Embora muitos estudos tenham abordado a questão para bancos americanos, europeus e asiáticos, este tema ainda não foi abordado para uma amostra de bancos brasileiros. Como o setor bancário é uma variável crucial à estabilidade do sistema financeiro, é importante estudar os fatores que afetam o risco e o retorno dos bancos. Analisamos a amostra para o período entre 2003 e 2014, utilizando dados em painel dinâmico através do Método Generalizado dos Momentos para abordar questões de endogeneidade, heterocedasticidade e autocorrelação. Nossos principais resultados mostram que as receitas noninterest possuem um papel importante no desempenho dos bancos estudados; nossa análise das atividades de intermediação financeira mostrou que as operações de crédito produziram melhores resultados do que as atividades de negociação de títulos. Além disso, confirmando as hipóteses propostas, as receitas noninterest apresentaram, de maneira geral, um impacto positivo sobre o retorno e o retorno ajustado ao risco nos bancos estudados. Entretanto, ao contrário do que esperávamos, as receitas noninterest mostraram uma relação positiva com o risco desses bancos (embora estatisticamente não significativa). É importante destacar as variáveis de controle, ou seja, a taxa de juros real, o PIB e o crescimento bancário, as quais foram relevantes para a determinação do desempenho dos bancos.>>>
Jorge H. L. Ferreira
Crea tu propia página
Francisco A. M. Zanini
Crea tu propia página
Tiago W. Alves
Crea tu propia página
en: The study sought to apply the model developed by Gokhale et al. (2015) to identify the existence of overreaction and behavioral biases in the Brazilian stock market and analyze its performance as an investment strategy on the São Paulo Stock, Commodities, and Futures Exchange (BM&FBOVESPA) in the short term and long term, as well as test its robustness with time window simulations. The impacts of behavioral finance on capital markets can affect economic decisions, perpetuate or increase asset pricing anomalies, and in more extreme and persistent situations contribute to the formation of bubbles that can compromise the entire financial system of a country. The study pioneers an innovative methodology in the Brazilian stock market for identifying behavioral biases and obtaining abnormal returns and higher returns than the Ibovespa. The research uses the model developed by Gokhale, Tremblay, and Tremblay (2015) in three samples with quotations data for Brazilian publicly-traded companies that compose the Ibovespa and IBrA in the period from 2005 to 2016. With the R statistical software, the Fundamental Valuation Index (FVI) was calculated for each sample share and each year. From the FVI index, the undervalued shares were identified, indicating that the sales price does not reflect their economic fundamentals, and portfolio simulations were carried out for investment over three months or the next year. The results indicate the possible existence of overreaction and behavioral biases in the Brazilian stock market, which lead to the possibility of higher abnormal returns than those of the Ibovespa. Similar to the US market, at the end of the 2006-2016 period simulated portfolios yielded more than 274%, while the Ibovespa yielded approximately 80%. The robustness tests attest to the effectiveness of the model. The various investment portfolios, simulated over different time horizons, yielded more than the Ibovespa on average. The study also confirmed the assumptions of Gokhale, Tremblay, and Tremblay (2015) regarding the model's inadequacy for short-term strategies.>>>pt: O estudo buscou utilizar o modelo desenvolvido por Gokhale et al. (2015) para identificar existência de sobrerreação e vieses comportamentais no mercado de ações brasileiro e analisar seu desempenho como estratégia de investimentos na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA), no curto e longo prazo, bem como testar sua robustez com simulações de janelas de tempo. Os impactos das finanças comportamentais nos mercados de capitais podem afetar as decisões econômicas, perpetuar ou aumentar anomalias na precificação de ativos e, em situações mais extremas e persistentes, contribuir para a formação de bolhas que podem comprometer todo o sistema financeiro de um país. O estudo traz, de maneira pioneira ao mercado de ações brasileiro, metodologia inovadora para identificar vieses comportamentais e obter retornos anormais e superiores aos retornos do Ibovespa. A pesquisa aplica o modelo desenvolvido por Gokhale et al. (2015) em três amostras com dados de cotações de empresas brasileiras de capital aberto que compõem o Ibovespa e o Índice Brasil Amplo (IBrA) no período 2005-2016. Com o software estatístico R, calculou-se o Índice Fundamental de Avaliação (Fundamental Valuation Index – FVI) para cada ação da amostra e a cada ano. A partir desse índice, identificaram-se as ações subavaliadas, indicando que o preço de venda não reflete seus fundamentos econômicos, e realizadas simulações de carteiras para investimento nos três meses ou no próximo ano. Os resultados indicam a possível existência de sobrerreação e vieses comportamentais no mercado de ações brasileiro que geram a possibilidade de retornos anormais superiores aos retornos do Índice Bovespa (Ibovespa). De forma similar ao mercado americano, as carteiras simuladas renderam, ao final do período de 2006-2016, mais de 274%, enquanto o Ibovespa rendeu aproximadamente 80%. Os testes de robustez confirmaram a eficácia do modelo. As diversas carteiras de investimento, simuladas em horizontes temporais distintos, renderam em média mais do que o Ibovespa. O estudo também confirmou as suposições de Gokhale, Tremblay e Tremblay (2015) sobre a inadequação do modelo para estratégias de curto prazo.>>>
José Bonifácio de Araújo
Crea tu propia página
Otávio Ribeiro de Medeiros
Crea tu propia página
Olavo Venturim Caldas
Crea tu propia página
César Augusto Tibúrcio Silva
Crea tu propia página
en: This article analyzes the relationship between the maximization of personal and company gains and the moderate traits of the Dark Triad. The relevance of choosing this topic lies in investigating the attitude of executives who exhibit characteristics of a moderate intensity between the strong and weak traits. It is proven that the vision and charisma of narcissistic individuals, the strategy and tactics of Machiavellian individuals, and the creativity and good strategic thinking of psychopathic individuals are differentiating characteristics that enhance successful and integrative leadership and that are far from the more accentuated and opportunistic attitudes related to the strong traits, whose practices involve dishonest actions for personal gain. This evidence creates the possibility for strengthening the research in the accounting area, especially on the behavioral approach, in order to promote its interface with psychology and clarify how personality, values, and experiences influence managers’ choices when conducting business and how workers and companies are impacted by these decisions. The study is empirical-theoretical and involves 263 managers, adopting a survey as its data collection strategy and applying a self-reporting type questionnaire. The data analysis approaches included descriptive statistics, correlations, tests of means, and logistic regressions. In this study, managers with moderate psychopathic traits showed a lower tendency to maximize profit by manipulating results. An opposite tendency was revealed for those with moderate Machiavellian traits. The combined effect of the three Dark Triad traits was significant and positive, revealing opportunistic profit maximization. These findings contribute to future studies that aim to systematically analyze moderate levels of the triad and corroborate the findings that have revealed the common characteristics of manipulation, callousness, and dishonesty when investigating the interactive effect between the traits in question.>>>pt: Este artigo analisa a relação entre a maximização de ganhos pessoais e empresariais e os traços moderados do Dark Triad. A relevância da escolha do tema recai sobre a investigação da atitude de executivos que exibem características com intensidade moderada entre os altos e baixos traços. Comprova-se que a visão e o carisma do indivíduo narcisista, a estratégia e tática do indivíduo maquiavelista e a criatividade e o bom pensamento estratégico do indivíduo psicopata são características diferenciadoras que potencializam uma liderança bem-sucedida e integradora – distante de atitudes negativas mais acentuadas e oportunísticas, concernentes aos altos traços, cujas práticas evidenciam ações desonestas para ganho pessoal. Tais evidências proporcionam a possibilidade de fortalecimento das pesquisas na área contábil, em especial da abordagem comportamental, por promover sua interface com a psicologia para esclarecer como a personalidade, os valores e as experiências influenciam as escolhas dos gestores na condução do negócio e como os funcionários e as empresas são impactados por essas decisões. Trata-se de pesquisa empírico-teórica, realizada com 263 gerentes, adotando o survey como estratégia de coleta de dados – com aplicação de questionário do tipo autorrelato. As abordagens de análise de dados foram: estatística descritiva, correlação, teste de médias e regressão logística. Neste estudo, gestores com traços moderados de Psicopatia evidenciaram menor disposição a maximizar ganhos por meio da manipulação de resultados. Disposição contrária foi revelada para aqueles com traços moderados de Maquiavelismo. O efeito combinado entre os três traços do Dark Triad foi significativo e positivo, com a maximização oportunística de ganhos. Tais achados contribuem com futuras pesquisas que almejem analisar de modo sistemático o nível moderado da tríade e corroboram os achados que revelaram as características comuns de manipulação, insensibilidade e desonestidade quando se investiga o efeito interativo entre os traços em questão.>>>
Márcia Figueredo D’Souza
Crea tu propia página
Gerlando Augusto Sampaio Franco de Lima
Crea tu propia página
Daniel N. Jones
Crea tu propia página
Jessica R. Carré
Crea tu propia página
Fábio Frezatti
Crea tu propia página
Universidad Autónoma del Estado de México
Sistema de Información Científica Redalyc ®
Versión 3.0 | 2018
redalyc@redalyc.org