redalyc.org
logo de institución
Acta Scientiarum. Language and Culture
Revista Activa *
ISSN: 1983-4675 ISSN electrónico: 1983-4683
Semestral
Lengua y Literatura
Universidade Estadual de Maringá
Brasil

Revista en DOAJ


Normas para autores

Página de la revista
Sitio web de la institución editora


Contacto
Redalyc 3.0 versión beta.
La versión estable de Redalyc 3.0 se libera en febrero de 2017. En la actualidad, se muestran los resultados de la marcación de artículos científicos mediante la herramienta gratuita Marcalyc, liberada en su primera versión el 1ro de septiembre de 2016 y que está pensada como un elemento central en la construcción y consolidación de un modelo de AA sustentable para Iberoamérica.
Lúcia Osana Zolin
Crea tu propia página
pt: Nascida em Braga, em janeiro de 1932, onde também faleceu (março de 2003), a escritora e tradutora portuguesa Maria Ondina Braga cruzou vários continentes, tendo vivido na Inglaterra, na França, na Índia, em Angola, em Macau e na China. Estas digressões pelos diversos cantos do mundo são ficcionalizadas em suas narrativas, como sucede em Estátua de Sal (Braga, 1965b) e Passagem do Cabo (Braga, 1994), que constituirão o nosso corpus de análise. Desse modo, por meio da imagologia, equacionaremos os mecanismos utilizados pela narradora no processo de reconstrução da identidade, através da memória e da alteridade, em confronto com o outro exótico, tendo como cenário Macau.>>>en: Born in Braga in January 1932, where she also died (March 2003), the Portuguese writer and translator Maria Ondina Braga travelled to several countries, lived in England, France, India (Goa), Angola, Macau and China. Those existential journeys to different corners of the world are fictionalized into her narratives, as in Estátua de Sal (Braga, 1965b) and A Passagem do Cabo (Braga, 1994) – which will be analyzed in this work. By drawing on imagology we shall discuss the mechanisms used by the narrator in the process of identity reconstruction, through the memory in the midst of alterity and the exotic ‘Other’, having Macao as a scenario.>>>
Dora Maria Nunes Gago
Crea tu propia página
pt: Este trabalho tem como objetivo a análise do trauma na obra Antes de nascer o mundo, do moçambicano Mia Couto. Partindo das reflexões freudianas, pretendemos examinar os efeitos negativos e positivos do trauma, confrontando os posicionamentos dos personagens Silvestre Vitalício e Marta diante da experiência traumática vivenciada por cada um deles. Valendo-nos como referencial teórico, principalmente, das reflexões de Sigmund Freud, Márcio Seligmann-Silva e Stuart Hall, examinaremos como a narrativa da catástrofe possibilita aos personagens do romance a (re)invenção das identidades abaladas pelo trauma.>>>en: This work aims to analyze the trauma in Antes de nascer o mundo by the Mozambican author Mia Couto. Starting from the Freudian reflections, we intend to examine the positive and negative effects of the trauma confronting the positions of the characters Silvestre Vitalício and Marta in the face of the traumatic experience lived by each of them. Drawing on the theoretical reference mainly from reflections by Sigmund Freud, Márcio Seligmann-Silva and Stuart Hall, we will examine how the narrative of the catastrophe allows the characters of the novel to (re)invent their identities shattered by the trauma.>>>
Juliana Ciambra Rahe
Crea tu propia página
Rosana Cristina Zanelatto Santos
Crea tu propia página
pt: O artigo centra-se no estudo de três contos do escritor angolano José Eduardo Agualusa (1960-): Se nada mais der certo leia Clarice, Catálogo de sombras e Livre-arbítrio, que fazem parte do seu livro Manual prático de levitação (2005). Buscaremos evidenciar a presença do poeta português Fernando Pessoa (1888-1935) e de seus heterônimos, Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos, nos três contos mencionados, pautados por considerações do próprio Agualusa, que procura estabelecer, por meio de sua obra, um diálogo frequente entre as literaturas africana, brasileira e portuguesa, em conformidade com a sua postura de divulgar a cultura e, em particular, a literatura africana para o mundo, diluindo fronteiras que possam separar as literaturas de expressão portuguesa. Nas análises dos textos selecionados, empregaremos como suporte teórico os escritos de Julia Kristeva (1974), Leyla Perrone-Moisés (1990), Tiphaine Samoyault (2008) e Laurent Jenny (1979).>>>en: The article focuses on the study of three short stories by the angolan writer José Eduardo Agualusa (1960-): Se nada mais der certo leia Clarice, Catálogo de sombras and Livre-arbítrio, which are part of his book Manual prático de levitação (2005). We will seek to highlight the presence of the Portuguese poet Fernando Pessoa (1888-1935) and his heteronyms, Alberto Caeiro, Ricardo Reis and Álvaro de Campos in the three short stories mentioned, guided by Agualusa’s own considerations, trying to establish, through his books, a regular dialogue between African, Brazilian and Portuguese literature, according to his stance of spreading culture and in particular the African literature to the world, diluting boundaries that can separate the literature of Portuguese-speaking. In the analyzes of the selected texts, we employ as theoretical support the writings by Julia Kristeva (1974), Leyla Perrone-Moisés (1990), Tiphaine Samoyault (2008) and Laurent Jenny (1979).>>>
pt: O artigo analisa o posicionamento ideológico de A Estação, que circulou, no Brasil, entre 1879 e 1904. Para identificar a axiologia do periódico, ele se fundamenta no estudo do contexto sociocultural do século XIX e na análise sígnica, bases que permitem afirmar que a revista estimulava a adesão a padrões de comportamento europeu, visando a constituir uma sociedade familiarizada com a cultura erudita e adepta do consumo de bens. O artigo conclui que A Estação, conjugada a circunstâncias de natureza política e social, influenciou a concepção da identidade nacional brasileira, que adaptava elementos da cultura europeia a seu cotidiano.>>>en: The article analyzes the ideological position of A Estação, a magazine published from 1879 to 1904 in Brazil. In order to identify the periodical’s axiology, a study on the sociocultural context of the 19th century and on signic analyses may indicate that this publishing encouraged adherence to European standards of living, leading to an erudite culture society focused on consumption. A Estação analyses reflects, according to political and social circumstances, that the magazine has influenced the Brazilian national identity conception due to aspects of the European culture, which were incorporated into society daily life.>>>
Juracy Assmann Saraiva
Crea tu propia página
Cátia Cilene Kupssinskü
Crea tu propia página
pt: O narrador de Juliano Pavollini é autodiegético, isto é, sua voz assume a representação de todos os aspectos do texto; no entanto, trata-se de um narrador não onisciente, pois tem visão limitada dos fatos ocorridos e que, além disso, faz uma reencenação dos momentos de surpresa. Este Julianonarrador apresenta uma linguagem altamente elaborada, com domínio total da norma culta. Há também momentos nos quais a voz representada é a do Juliano-personagem, cujas intervenções podem ser percebidas nos diálogos em discurso direto. Existe um hiato entre esses dois discursos: o primeiro é sofisticado e manipulador, enquanto o segundo deveria exprimir um Juliano ingênuo e às voltas com uma realidade ‘maior do que ele’, por assim dizer. Partimos do pressuposto de que se trata de um hiato de efeito calculado sobre o leitor e sobre a estrutura narrativa; buscamos, também, investigar quais os efeitos que isso provoca no texto, utilizando o conceito de ‘visão em paralaxe’, proposto por Žižek.>>>en: The narrator of Juliano Pavollini is autodiegetic, which means its voice assumes the representation of all textual aspects; however, this narrator is not omniscient, for he has a limited vision of the facts and, moreover, he reenacts its moments of surprise. This Juliano-narrator expresses himself in a highly elaborate language, mastering formal speech. There are also moments when the narrative voice is representing the Juliano-character, whose interventions are shown as the dialogues in direct speech. There is a hiatus between these two discourses: the first is sophisticated and manipulative, whereas the second should express a naïf Juliano dealing with a reality ‘bigger than him’, so to speak. It may be assumed that this hiatus was calculated in order to have an effect over the reader and the narrative structure; this article seeks to investigate what effects it has on the text, using the concept of ‘parallax view’ as proposed by Žižek.>>>
Marisa Corrêa Silva
Crea tu propia página
Estela Pereira dos Santos
Crea tu propia página
pt: Este artigo tem como objetivo principal investigar o estatuto da linguagem no romance Caetés, de Graciliano Ramos, por meio de uma análise do fracasso da escrita vivenciado pelo personagem João Valério. O significado dos índios Caetés, de sua natureza selvagem, para a compreensão da linguagem e de seu papel revelador da condição humana, será destacado. Para tanto, a análise e interpretação do romance conta, ainda, com o aporte teórico da hermenêutica filosófica.>>>en: This paper aims to investigate the status of language in the novel Caetés by Graciliano Ramos, through an analysis of the failure on writing experienced by the character João Valério. The meaning of Caetés Indians, their wild nature, and the revealing role of the human condition will be highlighted. For that, the analysis and interpretation of the novel also counts with the theoretical contribution of philosophical hermeneutics.>>>
João Paulo Ayub
Crea tu propia página
pt: Com este artigo, pretende-se pensar sobre o gênero ensaio desde sua origem, com Montaigne, no século XVI, passando pelos seus desdobramentos no decorrer dos séculos seguintes. Quer-se discutir as problematizações feitas sobre o texto ensaístico, sobretudo, a partir dos estudos de Lima, Prado Coelho e Adorno. O ensaio será visto a partir de sua perspectiva instável, subjetiva e fragmentária, que lhe confere força e pertinência crítica.>>>en: Current article analyzes the essay genre from its very beginning in the 16th century by Montaigne to its development throughout the following centuries. Discussions on the text of the essay and its features are foregrounded on studies by Lima, Prado Coelho and Adorno. The unstable, subjective and fragmented traits of the essay are underscored since they provide the genre with relevance and critical importance.>>>
Josyane Malta Nascimento
Crea tu propia página
pt: La disparition, de Georges Perec, é um romance policial em que muito há para ser desvendado – do sumiço do protagonista, Anton Voyl, ao sumiço da vogal E, que não aparece no livro. Essa violência contra a língua é uma trapaça contra os algoritmos do sistema, logrado no interior das próprias regras de combinatória. Da mesma forma, um protagonista desaparecido vitima a narrativa no plano da expressão, criando uma ausência que se diz, paradoxalmente, não dizendo – crime performativo cometido pela literatura. O sumiço de Voyl é um buraco negro – ou lacuna em branco – que tudo traga para o desconhecido, em um romance que se estrutura a partir da ideia de falta. Isso sugere que toda possibilidade semiótica, ainda que sempre lábil, reside em um hiato, um silêncio, uma diferença no suposto continuum da língua. Nesse contexto, o presente artigo analisa como a noção semiológica de ausência pode, em negativo, potencializar reflexões sobre a própria escrita como crime e falta em La disparition.>>>en: La disparition by Georges Perec, is a detective novel with plenty to be revealed – from the vanishing of the protagonist, Anton Voyl, to the disappearance of vowel E, not to be found in the book. Such violence against language is trickery against the algorithms of the system, duped within its own combinatory rules. Likewise, a vanished protagonist jeopardizes the narrative in the expression level, by creating an absence that paradoxically says something by not saying anything – a performative crime committed by literature. Voyl’s disappearance is a black hole – or a white gap – which gulfs everything into the unknown, in a novel structured by the idea of absence. This suggests that any semiotic possibility, no matter how instable it is, lies in a gap, a silence, a difference in the so-called language continuum. Thus, we herein analyze how the semiotic notion of absence can empower reflection on the writing process as a crime in La disparition.>>>
Vinícius Carvalho Pereira
Crea tu propia página
pt: Neste ensaio, analisarei a figuração do dândi no campo da produção literária. Para tanto, inicialmente discutirei sua origem no decorrer do século dezenove nos contextos francês e inglês. A fim de compreender essa caracterização, analisarei a caracterização dos protagonistas dos romances Às avessas, do escritor francês J. K. Huysmans, e O retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde. Minha metodologia prevê recorrer aos estudos literários para perceber quais são os elementos formadores do dândi nas obras dos autores supracitados.>>>en: In this paper, I will discuss the figuration of the dandy character in the field of literary production. Initially I discuss its origin during the nineteenth century in French and English contexts. In order to understand this characterization, I will analyze the characterization of the characters of the novels À rebours by J. K. Huysmans and The Picture of Dorian Gray, by Oscar Wilde. As a methodology I intend to search in the field of literary studies which are the formative elements of the dandy in the works of the above mentioned authors.>>>
Enéias Farias Tavares
Crea tu propia página
pt: Este trabalho trata de três poemas do Expressionismo alemão que, de maneiras distintas, expõem a perplexidade moderna diante do desaparecimento dos últimos resquícios do humanismo burguês na aurora do século XX. Sua análise salienta o uso reiterado (e modificado) da parataxe, que potencializa na forma lírica a exposição desse processo, do modo como ele se apresentou às vésperas da Primeira Guerra Mundial, em contraste com as duas décadas que a antecederam.>>>en: This paper deals with three German expressionist poems. In different ways they reveal the modern perplexity in regard to the vanishing of the last traces of bourgeois Humanism at the dawn of the twentieth century. It highlights the repeated (and remodelled) use of parataxis, heightening the exhibition of this process in the lyrical form as it was employed in Germany on the eve of World War I in contrast to the two preceding decades.>>>
uaem-pie
Sistema de Información Científica Redalyc
Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal
Universidad Autónoma del Estado de México
Versión 3.0 beta | 2016
redalyc@redalyc.org
Pie piepag