redalyc.org
logo de institución
Revista Paulista de Pediatria
Revista Activa *
ISSN: 0103-0582 ISSN electrónico: 1984-0462
Trimestral
Medicina
Sociedade de Pediatria de São Paulo
Brasil

Revista en DOAJ


Normas para autores

Página de la revista
Sitio web de la institución editora


Contacto
Canal RSS rss
4060ArtículosÍndice deinternacionalizaciónEn coautoriaÍndice deesfuerzo editorial
descargas
Carlos Alberto Longui
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Avaliar se houve associação entre a ocorrência de fratura após trauma físico e o uso de glicocorticoides nos 12 meses precedentes ao trauma, em crianças e adolescentes atendidos em uma emergência.Métodos: No período de abril a outubro de 2015 foi conduzido em uma emergência pediátrica um estudo tipo caso controle, em pacientes de 3 a 14 anos incompletos, vitimados por trauma físico, com e sem fratura. Os dados analisados foram obtidos pela consulta dos prontuários, pelo exame físico dos pacientes e por entrevista dos responsáveis, comparando-se uso de glicocorticoides nos últimos 12 meses, características demográficas, índice de massa corpórea, ingesta de leite, intensidade do trauma, prática de exercício físico e tabagismo passivo domiciliar nos dois grupos de pacientes.Resultados: Estudaram-se 104 pacientes com trauma físico, 50 com fratura e 54 sem fratura. O uso de glicocorticoides ocorreu em 15,4% dos pacientes estudados, sem diferença estatisticamente significante entre os dois grupos. A faixa etária de 10 a 14 anos incompletos, o trauma grave e a prática de exercício físico predominaram entre os pacientes com fratura.Conclusões: Este estudo não mostrou associação entre o uso prévio de glicocorticoides e a ocorrência de fraturas em crianças e adolescentes. A faixa etária de 10 a 14 anos incompletos, o trauma grave e a prática de exercício físico associaram-se com maior risco para fraturas.>>>en: Objective: To assess the association between traumatic fractures and glucocorticoids taken 12 months prior to a trauma, in children and adolescents seen at an emergency room.Methods: A case-control study was conducted from April to October 2015, at a pediatric emergency hospital with patients aged 3- to 14 years-old, who had suffered physical trauma. Some of the patients had a fracture and some did not. The data analyzed were obtained from medical records, physical examination of the patients, and interview with the patients’ caregivers. Glucocorticoid use in the past 12 months, demographic variables, body mass index, milk intake, trauma intensity, physical activity and smoking in the household were compared between the two patient groups.Results: A total of 104 patients with physical trauma were studied - 50 had a fracture and 54 did not. Of all the patients, 15.4% had previously used glucocorticoids, and there were no statistically significant differences between the groups. The age range of 10- to 14 years-old, severe trauma and physical activity were more prevalent among patients with a bone fracture.Conclusions: This study did not find an association between previous glucocorticoid use and the occurrence of fractures in children and adolescents. The age range of 10- to 14 years-old, severe trauma, and physical activity were associated with an increased risk for fractures.>>>
Emanuel Sávio Cavalcanti Sarinho
Crea tu propia página
Verônica Maria Pinho Pessôa Melo
Crea tu propia página
Marcelo Tavares Viana
Crea tu propia página
Marina Maria Pessôa Melo
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Mensurar e comparar a dor musculoesquelética em pacientes com fibromialgia juvenil (FMJ) e em pacientes com artrite idiopática juvenil poliarticular (AIJ); e avaliar e comparar a percepção e o enfrentamento da dor.Métodos: Foram avaliados, em estudo transversal, 150 crianças e adolescentes (e seus respectivos pais), divididos em três grupos: FMJ, AIJ e controles saudáveis. A mensuração e o enfrentamento da dor foram realizados por meio de instrumentos específicos. Para a avaliação da percepção da dor, desenvolveram-se três vinhetas com simulação de situações que pudessem gerar dor: aplicação de injeção, queda de bicicleta e isolamento social. Os pais e os pacientes responderam individualmente quanto à percepção da dor em cada situação. Resultados: As maiores notas de dor, os menores escores de enfrentamento da dor, as maiores notas para a percepção da dor nas vinhetas e os piores índices de qualidade de vida relacionada à saúde foram observados nos pacientes com FMJ, quando comparados aos pacientes com AIJ e aos controles. O mesmo padrão foi observado com os respectivos pais. Conclusões: Pacientes com AIJ e FMJ se comportam diferentemente em relação à percepção da dor e ao desenvolvimento de técnicas para o enfrentamento da dor. A dor deve ser avaliada sob diferentes perspectivas para um planejamento mais individualizado e efetivo do tratamento desses pacientes.>>>en: Objective: To measure and compare musculoskeletal pain in patients with juvenile fibromyalgia (JFM) and polyarticular juvenile idiopathic arthritis (JIA), and to evaluate and compare pain perception and pain coping mechanisms in these patients.Methods: In this cross sectional study, we evaluated 150 children and adolescents, and their respective parents, from 3 different groups: JFM, polyarticular JIA, and healthy controls. Pain intensity and pain coping mechanisms were measured using specific questionnaires. Pain perception was evaluated according to three illustrations simulating situations that might cause pain: a shot, a bicycle fall, and social isolation. The patients’ parents also filled out the questionnaires and provided a pain score that matched their child’s perception of pain for each illustration.Results: The highest pain scores, the lowest pain coping strategy scores, the highest pain perception scores for all three illustrations, and the worse health related to quality of life indicators were observed in the JFM group, when compared to the JIA and control groups. The same pattern was observed with their parents.Conclusions: Patients with JIA and JFM behave differently in relation to pain perception and the development pain coping mechanisms. Pain should be evaluated from different perspectives for an individualized and efficient treatment of patients.>>>
Melissa Mariti Fraga
Crea tu propia página
Maria Teresa Terreri
Crea tu propia página
Rafael Teixeira Azevedo
Crea tu propia página
Maria Odete Esteves Hilário
Crea tu propia página
Claudio Arnaldo Len
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Analisar as características clínicas, laboratoriais e histopatológicas e o percurso até o estabelecimento do diagnóstico e do tratamento de pacientes com carcinoma de suprarrenal (CSR).Métodos: Estudo retrospectivo com 13 pacientes tratados no serviço de oncologia pediátrica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG) entre 2004 e 2015. Resultados: A idade ao diagnóstico variou de 1,0 a 14,8 anos (mediana: 2,0 anos). As manifestações de hipercortisolismo foram identificadas em todos os casos, e as de virilização, em todas as meninas. Todos os pacientes preencheram os critérios de Weiss para diagnóstico histopatológico de CSR. A imuno-histoquímica foi realizada em 61,5% dos casos. A maioria dos pacientes apresentou doença em estádio I (76,9%). Todos foram submetidos à ressecção tumoral total. Dois pacientes (estádios III e IV) receberam quimioterapia associada ao mitotano. O único óbito observado foi do paciente com doença em estádio IV. A probabilidade de sobrevida global para todo o grupo aos 5,0 anos foi de 92,3±7,4%. A mediana de tempo entre o início dos sintomas e o diagnóstico foi de 9,5 meses, e de 6,0 meses entre a primeira consulta e o início do tratamento.Conclusões: A baixa idade ao diagnóstico, o predomínio de casos com doença localizada e a ressecção tumoral completa - com apenas um caso de ruptura de cápsula tumoral - são possivelmente a explicação para a evolução favorável da população estudada. O longo percurso entre o início dos sintomas e o diagnóstico sugere a importância da capacitação dos pediatras para o reconhecimento precoce dos sinais e dos sintomas do CSR.>>>en: Objective: To analyze clinical, laboratory and histopathological features and the path to diagnosis establishment and treatment of patients with adrenal carcinoma (AC).Methods: Retrospective study with 13 patients assisted at the pediatric oncology service of Hospital das Clínicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Brazil, between 2004 and 2015.Results: Age at diagnosis ranged from 1.0 to 14.8 years (median: 2.0 years). Manifestations of hypercortisolism were identified in all cases and virilization in all girls. All patients met the Weiss criteria to AC histopathological diagnosis. Immunohistochemistry was performed in 61.5% of the cases. Most patients had stage I disease (76.9%). All subjects were submitted to total tumor resection. Two patients (stages III and IV disease) received chemotherapy associated to mitotane. The only death case was that of a patient with stage IV disease. The probability of overall survival for the entire group up to 5.0 years was 92.3±7.4%. The median time between the onset of symptoms and diagnosis was 9.5 months, and 6.0 months between first visit and start of treatment.Conclusions: Low age at diagnosis, predominance of cases with localized disease and complete tumor resection - with only one case of tumor capsule rupture - can possibly explain the favorable evolution of the studied population. The long period between onset of symptoms and diagnosis highlights the importance of training pediatricians for early recognition of AC signs and symptoms.>>>
Nonato Mendonça Lott Monteiro
Crea tu propia página
Karla Emília de Sá Rodrigues
Crea tu propia página
Paula Vieira Teixeira Vidigal
Crea tu propia página
Benigna Maria de Oliveira
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Verificar o perfil e a adequabilidade do uso de antibacterianos em crianças hospitalizadas.Métodos: Estudo transversal. Foi feita a análise de todas as crianças que utilizaram antibacterianos durante a internação de janeiro a dezembro de 2015, em um hospital filantrópico de direito privado de grande porte no sul do Brasil. As informações foram obtidas por revisão dos prontuários e incluíram dados demográficos (idade, sexo, raça e peso corporal) e clínicos (motivo da internação, uso deantibacterianos e desfecho clínico). Utilizou-se estatística descritiva.Resultados: Dos 318 pacientes incluídos, 61,3% eram do sexo masculino. A faixa etária variou de 2 a 11 anos (média: 5,8±2,9 anos de idade). A prevalência do uso de antibacterianos foi de 24,4% considerando o total de 1.346 crianças que foram hospitalizadas. O tempo de internação apresentou mediana de quatro dias. O principal motivo de internação foi clínico e o antibacteriano mais prescrito foi a cefazolina, sendo a via intravenosa predominante. Em relação ao uso de antibacterianos, 62,2% apresentaram prescrições de antibacterianos consideradas adequadas. A subdosagem e a superdosagem tiveram, respectivamente, os valores de 11,7 e 14,6% dos pacientes incluídos. Quanto aos intervalos de administração, 8% foram caracterizados com intervalos longos e 3,5%, curtos.Conclusões: Apesar de a prevalência encontrada do uso de antibacterianos nas crianças hospitalizadas não ser tão elevada, parte considerável da amostra apresentou inadequabilidade quanto ao uso desse tipo de medicamento, se considerados a dose e o intervalo de utilização. Esses dados são motivo de preocupação para o desenvolvimento de resistência bacteriana e ocorrência de reações adversas.>>>en: Objective: To examine the profile and appropriate use of antibiotics among hospitalized children.Methods: A cross-sectional study was conducted with children who had taken antibiotics during hospitalization in a private philanthropic hospital in Southern Brazil, from January to December 2015. The data were obtained by reviewing medical records, encompassing demographic data (age, gender, ethnicity, and body weight) and clinical data (causes of hospitalization, use of antibiotics, and clinical outcome). Descriptive statistics was used to present the data.Results: Of the 318 participants included in the study, 61.3% were male patients. The age range varied between 2 and 11 years, with mean age of 5.8±2.9 years. The prevalence of antibiotics was 24.4% out of the 1,346 hospitalized children. Median hospital stay was four days. The main cause of hospitalization was clinical instability, and the most commonly prescribed antibiotics was Cefazolin, mostly administered intravenously. Regarding the administration of antibiotics, 62.2% were adequately prescribed, even though underdose was 11.7%, and overdose was 14.6% in the studied patients. Antibiotic administration intervals were characterized as long in 8% of cases, and short in 3.5% of cases.Conclusions: Although the prevalence of antibiotics among hospitalized children was not that high, a considerable part of the sample presented inadequacy regarding the dosage and range of use. These data raise concerns about bacterial resistance and adverse reactions.>>>
Fernanda Emylnumaru
Crea tu propia página
André Souza e Silva
Crea tu propia página
Alessandra de Sá Soares
Crea tu propia página
Fabiana Schuelter-Trevisol
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Identificar a percepção da importância das vacinas e os riscos da recusa vacinal entre alunos de Medicina e médicos.Métodos: Estudo transversal realizado por meio da aplicação de questionários sobre vacinas, recusa vacinal e suas repercussões acerca da saúde pública e individual. A amostra, de 92 sujeitos, foi selecionada numa escola privada de Medicina: grupo 1 (53 estudantes do primeiro ao quarto ano) e grupo 2 (39 médicos). Os dados colhidos foram tabulados no programa Microsoft Excel e analisados estatisticamente com o teste exato de Fisher.Resultados: Os dois grupos consideram o Programa Nacional de Imunizações confiável e reconhecem a importância das vacinas, mas 64,2% dos estudantes e 38,5% dos médicos desconhecem o número de doenças infecciosas evitáveis pelas vacinas no calendário básico. A maioria dos entrevistados possuía carteira de vacinas, mas nem todos receberam vacina influenza 2015. Conheciam pessoas que recusavam vacinas e/ou recusavam vacinar seus filhos (respectivamente, 54,7 e 43,3% dos estudantes e 59,0 e 41,0% dos médicos). Dos médicos, 48,7% já atenderam pacientes que se recusaram a receber vacinas. Consideram causas de recusa vacinal: medo de eventos adversos, razões filosóficas, religiosas e desconhecimento sobre gravidade e frequência das doenças. Aspectos éticos da recusa vacinal e possibilidades legais de exigir vacinas para crianças não são consenso.Conclusões: Alunos de Medicina e médicos não se vacinam adequadamente, apresentam dúvidas sobre calendário vacinal, segurança das vacinas e recusa vacinal. Melhorar sua capacitação é importante estratégia para manter as coberturas vacinais e abordar a recusa vacinal de forma ética.>>>en: Objective: To identify the perception of medical students and physicians on the importance of vaccination and the risks of vaccine refusal.Methods: Cross-sectional study with application of questionnaires about vaccines, vaccine refusal and its repercussions on public and individual health. A sample of 92 subjects was selected from a private medical school: group 1 (53 students from first to fourth grades) and group 2 (39 physicians). Data collected were tabulated in the Microsoft Excel Program and analyzed by Fisher’s exact test.Results: Both groups considered the National Immunization Program reliable and recognized the importance of vaccines, but 64.2% of students and 38.5% of physicians are unaware of the vaccine-preventable infectious diseases in the basic immunization schedule. Most of the interviewees had a personal vaccine registry, but not all had received the 2015 influenza vaccine. Both groups had known people who refused vaccines for themselves or for their children (respectively, 54.7 and 43.3% of students and 59.0 and 41.0% of physicians). The total of 48.7% of physicians had already assisted vaccine refusers. Appointed causes of vaccine refusal were: fear of adverse events, philosophical and religious reasons and lack of knowledge about severity and frequency of diseases. Ethical aspects of vaccine refusal and legal possibilities of vaccine requirements for children are not consensus.Conclusions: Medical students and doctors are not adequately vaccinated and have queries about the vaccination schedule, vaccine safety and vaccine refusal. Improving these professionals’ knowledge is an important strategy to maintain vaccine coverage and address vaccine refusal ethically.>>>
Amanda Hayashida Mizuta
Crea tu propia página
Guilherme de Menezes Succi
Crea tu propia página
Victor Angelo Martins Montalli
Crea tu propia página
Regina Célia de Menezes Succi
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Avaliar a associação entre história familiar e presença de dislipidemias em crianças. Métodos: Estudo transversal com 257 crianças de 4 a 7 anos de idade do município de Viçosa, Minas Gerais. Foram realizadas avaliações do estado nutricional e do perfil lipídico (colesterol total e frações e triglicerídeos), além do registro de história de dislipidemia dos pais. Para análise estatística, foi utilizado o teste do qui-quadrado de Pearson para identificar associações e teste t de Student para comparação de médias. Foi realizada análise de regressão de Poisson para avaliar a associação independente entre história familiar e a presença de dislipidemia em crianças, sendo adotado o nível de significância estatística de 5%.Resultados: Crianças com pais dislipidêmicos apresentaram maiores concentrações séricas de colesterol total e triglicerídeos. Na análise de regressão após ajuste, a presença de dislipidemia no pai ou na mãe (RP: 2,43; IC95% 1,12-5,27) bem como a presença de dislipidemia no pai e na mãe (RP: 5,62; IC95% 2,27-13,92) estiveram associadas à hipertrigliceridemia nas crianças. Crianças com pais e mães dislipidêmicos apresentaram maior prevalência de lipoproteína de baixa densidade (LDL-c) elevada (RP: 1,52; IC95% 1,18-1,97).Conclusões: A investigação da história familiar de dislipidemia deve fazer parte de protocolos para verificar a presença de hipertrigliceridemia e dislipidemias na infância.>>>en: Objective: To evaluate the association between family history and the presence of dyslipidemia in children. Methods: A cross-sectional study with 257 children aged 4 to 7 years old from Viçosa, Minas Gerais, Southeast Brazil. Nutritional status and lipid profile (total cholesterol, cholesterol fractions, and triglyceride) assessments and an active search for a family history of dyslipidemia in parents were carried out. Pearson’s chi-square test was used to identify associations, and Student’s t-test was used to compare means. A Poisson regression analysis was performed to assess the independent association between family history and the presence of dyslipidemia in children. A significance level of 5% was adopted. Results: Children of parents with dyslipidemia had higher serum concentrations of total cholesterol and triglycerides. In a regression analysis after adjustments, the presence of dyslipidemia in the father or in the mother (OR: 2.43; 95%CI 1.12-5.27), as well as the presence of dyslipidemia in both the father and the mother (OR: 5.62; 95%CI 2.27-13.92) were associated with hypertriglyceridemia in children. Children of parents with dyslipidemia had a higher prevalence of elevated low-density lipoproteins (LDL-c) (OR: 1.52; 95%CI 1.18-1.97).Conclusions: An investigation of the family history of dyslipidemia should be made as part of the protocol to verify the presence of hypertriglyceridemia and dyslipidemia in children.>>>
Mariana de Santis Filgueiras
Crea tu propia página
Sarah Aparecida Vieira
Crea tu propia página
Andréia Queiroz Ribeiro
Crea tu propia página
Juliana Farias de Novaes
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Elaborar pontos de corte de circunferência da cintura de acordo com o estadiamento puberal para identificar sobrepeso em adolescentes.Métodos: Trata-se de um estudo longitudinal, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, com 557 adolescentes, de 10 a 15 anos de idade, selecionados em escolas públicas. Aferiram-se as medidas de circunferência de cintura, braço, pescoço e quadril, percentual de gordura, massa corporal, estatura e pressão arterial. Para determinar a maturação sexual, foi utilizada a autoavaliação da escala de Tanner. Aplicou-se a curva ROC (Receiver Operating Characteristic Curve) para determinar: poder preditivo, sensibilidade, especificidade e os pontos de corte de circunferência de cintura para identificação de sobrepeso.Resultados: Observou-se correlação positiva entre circunferência de cintura e massa corporal, índice de massa corporal (IMC), circunferência do braço e quadril, razão cintura/quadril e pressão arterial em ambos os sexos. Os pontos de corte para circunferência de cintura de acordo com o estadiamento puberal para identificação de sobrepeso que apresentaram maior desempenho na curva ROC foram: 71,65 cm para meninas pré-púberes, 67,90 cm para meninas púberes, 70,25 cm para meninas pós-púberes e 66,45 cm para meninos púberes. Faixa etária, massa corporal, estatura, IMC, porcentagem de gordura, circunferência do braço e do quadril foram considerados fatores preditores da circunferência da cintura alterada.Conclusões: Os pontos de corte de circunferência da cintura de acordo com o estadiamento puberal demonstraram excelente desempenho para a identificação de sobrepeso, podendo ser considerados fidedignos para a população de adolescentes brasileiros, uma vez que utilizar apenas a idade cronológica na adolescência pode subestimar o estado nutricional.>>>en: Objective: To establish waist circumference cut off points according to pubertal staging to identify overweight in adolescents. Methods: Longitudinal study approved by the Ethics Research Committee and conducted with 557 adolescents, aged 10 to 15 years old, selected from public schools. Waist, arm, neck and hip circumferences, body fat percentage, body mass index (BMI), height and blood pressure were measured. Pubertal staging was evaluated by Tanner self assessment scale. The Receiver Operating Characteristic Curve (ROC curve) was used to determine predictive power, sensitivity, specificity and waist circumference cut off points to detect overweight. Results: There was a positive correlation between waist circumference and weight, BMI, upper arm and hip circumferences, waist-to-hip ratio and blood pressure in both sexes. Cut off points for waist circumference according to pubertal stage as related to overweight in adolescents with the best performances in ROC curve were: 71.65 cm for prepubescent girls, 67.90 cm for pubescent girls, 70.25 cm for post pubescent girls, and 66.45 cm for pubescent boys. Age, weight, height, BMI, body fat percentage, arm and hip circumferences were associated to altered waist circumference. Conclusions: The establishment of cut off points for waist circumference according to pubertal staging was proven a good means to identify overweight. These cut off points can be considered reliable for the Brazilian adolescent population, as the isolated use of chronological age in adolescents may underestimate their nutritional status.>>>
Ivete Alves dos Santos
Centro Universitário São Camilo
Brasil
Maria Aparecida Zanetti Passos
Crea tu propia página
Isa de Pádua Cintra
Crea tu propia página
Roberta de Lucena Ferreti
Crea tu propia página
Aline De Piano Ganen
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Avaliar o perfil nutricional da população atendida em centro de referência em fibrose cística.Métodos: Estudo transversal incluindo pacientes com fibrose cística de um centro pediátrico de referência de São Paulo, em 2014. Todos os sujeitos que concordaram em participar do estudo foram incluídos. Foi aplicado um questionário sobre hábitos alimentares (recordatório de 24 horas) e características socioeconômicas. Dados antropométricos (comparados com referencial da Organização Mundial da Saúde de 2006 e 2007) e função pulmonar foram coletados do prontuário. Os integrantes da pesquisa foram estratificados em faixas etárias para análise estatística.Resultados: Dos 101 pacientes incluídos no estudo, 59,4% eram masculinos, sendo a maioria caucasiana (86,4%), com mediana de idade de 10 anos. A maioria dos pacientes (n=77, 75%) foi classificada como eutrófica, mas valores menores de escore Z de índice de massa corpórea (IMC) foram observados em escolares e adolescentes. A proporção de pacientes com peso abaixo do esperado foi de 10% (n=2) na faixa etária pré-escolar e de 35% (n=6) em escolares. O consumo alimentar mostrou-se adequado, e somente dois suplementos (triglicérides de cadeia média e suplemento em pó completo) tiveram utilização ligada à adequação da ingesta de macronutrientes. Características socioeconômicas não apresentaram associação com o estado nutricional ou com o consumo nutricional. Valores de função pulmonar não apontaram diferença significante em adolescentes nem em indivíduos com pior estado nutricional no grupo estudado.Conclusões: A maioria dos pacientes apresentou estado nutricional e consumo alimentar adequados, indicando bom manejo das ações nutricionais. Novos estudos com foco em pré-escolares devem ser realizados para avaliar se é possível reduzir o risco nutricional de pacientes com fibrose cística em idades posteriores.>>>en: Objective: To evaluate the nutritional profile of the population assisted at a reference center for cystic fibrosis treatment.Methods: Cross-sectional study including patients with cystic fibrosis assisted at a pediatric reference center in São Paulo, Brazil, in 2014. All patients attending regular visits who agreed to participate in the study were included. A questionnaire on dietary habits (24-hour diet recall) and socioeconomic characteristics was applied. Anthropometric data (compared with the reference from the World Health Organization, 2006 and 2007) and pulmonary function data were collected from medical records. Patients were stratified into age groups for statistical analysis.Results: A total of 101 patients were included in the study (59.4% male, 86.4% Caucasian), with median age of 10 years old. Most patients (n=77; 75%) were classified as eutrophic, but lower values of body mass index (BMI) Z scores were observed in schoolchildren and adolescents. The proportion of underweight patients was 10% (n=2) among preschoolers and 35% (n=6) of the school age group. Dietary intake was adequate, and the use of only two supplements (medium chain triglycerides and complete powdered supplement) was associated with adequacy of macronutrient intake. The socioeconomic characteristics did not show any statistical association with the nutritional state or nutritional consumption. Lung function was not significantly different between neither adolescents nor individuals with worse nutritional status in this sample.Conclusions: Most of the patients presented adequate nutritional status and adequate consumption of calories and macronutrients, indicating appropriate nutritional management. New studies focusing on preschool children should be performed to assess if it is possible to reduce the nutritional risk of patients with cystic fibrosis at older ages.>>>
Lenycia de Cassya Lopes Neri
Crea tu propia página
Denise Pimentel Bergamaschi
Crea tu propia página
Luiz Vicente Ribeiro Ferreira da Silva Filho
Crea tu propia página
en: Objective: To evaluate the physical activity level and functional capacity of children and adolescents with congenital heart disease and to describe correlations between functionality, surgical and echocardiographic findings, metabolic and inflammatory profile and differences between acyanotic and cyanotic heart defects.Methods: A cross-sectional study including children and adolescents with congenital heart disease between six and 18 years old that were evaluated with the 6-minute walk test (6MWT) to assess functional capacity. The short version form of the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) was performed to evaluate physical activity levels. Also, echocardiography and blood collection, to evaluate the metabolic (blood glucose, lipids, insulin) and inflammatory markers (C-reactive protein), were assessed.Results: Twenty-five individuals were evaluated. Of them, 14 had acyanotic heart defects and 11 cyanotic heart defects. Mean age was 12.0±3.7 years, and 20 (80%) were male. IPAQ showed that six (24%) individuals were very active, eight (32%) were active, nine (36%) had irregular physical activity, and two (8%) were sedentary. The mean distance walked in the 6MWT, considering all studied individuals, was 464.7±100.4 m, which was 181.4±42.0 m less than the predicted (p=0.005). There was a positive correlation between Z score 6MWT and the number of surgical procedures (r=-0.455; p=0.022).Conclusions: Children and adolescents with congenital heart disease have low functional capacity, but they are not completely sedentary.>>>pt: Objetivo: Avaliar o nível de atividade física e a capacidade funcional de crianças e adolescentes com cardiopatia congênita, além de descrever correlações entre funcionalidade, achados cirúrgicos e ecocardiográficos, perfil metabólico e inflamatório e diferenças entre cardiopatias congênitas acianótica e cianótica.Métodos: Estudo transversal com crianças e adolescentes com cardiopatia congênita entre seis e 18 anos de idade. Foi realizado o teste de caminhada de 6 minutos para avaliar a capacidade funcional, e aplicou-se a versão curta do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) para avaliar os níveis de atividade física. Foram feitos também: exame ecocardiográfico, coleta de sangue para avaliação de perfil metabólico e inflamatório (glicemia, triglicerídeos, colesterol total, lipoproteína de alta densidade - HDL-colesterol, lipoproteína de baixa densidade - LDL-colesterol, hemograma completo, proteína C reativa, insulina).Resultados: Foram avaliados 25 indivíduos, dos quais 14 tinham cardiopatia congênita acianótica e 11 cianótica. A média de idade foi de 12,0±3,7 anos, e 20 (80%) eram do sexo masculino. O IPAQ mostrou que seis (24%) indivíduos eram muito ativos, oito (32%) eram ativos, nove (36%) tinham atividade física irregular e dois (8%) eram sedentários. A média de distância percorrida no teste de caminhada dos 6 minutos, considerando todos os indivíduos estudados, foi de 464,7±100,4 m, sendo 181,4±42,0 m menor do que o previsto (p=0,005). Encontrou-se correlação entre o escore Z do teste de caminhada de 6 minutos e o número de procedimentos cirúrgicos realizados (r=-0,455; p=0,022).Conclusões: Crianças e adolescentes com cardiopatia congênita têm baixa capacidade funcional, mas não são completamente sedentários.>>>
Camila Wohlgemuth Schaan
Crea tu propia página
Gabriela Feltez
Crea tu propia página
Beatriz D’Agord Schaan
Crea tu propia página
Lucia Campos Pellanda
Crea tu propia página
en: Objective: To associate the Maximal Oxygen Uptake (VO2max) with body fat percentage (%BF), and to establish the best VO2max cutoff point for predicting risk %BF in teenagers.Methods: This study was carried out with 979 subjects aged 10 to 18.8 years, 556 (56.8%) girls. The 20 m shuttle run protocol determined the VO2max, which was analyzed in quintiles and in a numeric scale. Cutaneous fold equations determined the %BF, later classified as risk to health/obesity when >25 in girls and >20 in boys. Regression method was used - Odds Ratio (OR) and Receiver Operating Characteristics Curve (ROC curve) with α <5%.Results: From the total number of valid cases, 341 (65.6%) girls and 202 (53.2%) boys presented %BF of risk, and a larger proportion of %BF of risk was observed in the 1st quintile of the VO2max for both genders. There was inverse association between VO2max and %BF of risk from the 4th quintile (OR 1.84, 95%CI 1.05-3.24) until the 1st quintile (OR 4.74, 95%CI 2.44-9.19) for girls, and from the 2nd quintile (OR 2.99, 95%CI 1.48-6.00) until the 1st quintile (OR 5.60, 95%CI 2.64-11.87) for boys. As analytic highlights, VO2max Cutoff points for prediction of %BF of risk were ≤40.9 mL/kg-1/min-1 (AUC: 0.65; p<0.001) for girls and ≤44.8 mL/kg-1/min-1 (AUC: 0.66; p<0.001)for boys..Conclusions: VO2max was inversely associated to the %BF, and VO2max cutoff points for prediction of %BF of risk are important results to generate action to fight early obesity.>>>pt: Objetivo: Associar o Consumo Máximo de Oxigênio (VO2máx) com o % de Gordura Corporal (%GC) e estabelecer o melhor ponto de corte do VO2máx para a previsão do %GC de risco em adolescentes.Métodos: Estudo realizado com uma amostra de 979 sujeitos entre 10 e 18,8 anos, sendo 556 (56,8%) meninas. O protocolo shuttle run de 20 m determinou o VO2máx, que foi analisado em quintil e escala numérica. Equações de dobras cutâneas determinaram o %GC, posteriormente classificado como risco à saúde/obesidade quando >25, para meninas, e >20, para meninos. Utilizou-se regressão - Odds Ratio (OR) e Curva Característica de Operação do Receptor (curva ROC) com α <5%.Resultados: Do total de casos válidos, 341 (65,6%) meninas e 202 (53,2%) meninos apresentaram %GC de risco, e constatou-se maior proporção do %GC de risco no 1º quintil do VO2máx para ambos os sexos. Houve associação inversa entre VO2máx e %GC de risco do 4º quintil (OR 1,84, IC95% 1,05-3,24) até o 1º quintil (OR 4,74, IC95% 2,44-9,19) para meninas, e do 2º quintil (OR 2,99, IC95% 1,48-6,00) até o 1º quintil (OR 5,60, IC95% 2,64-11,87) para meninos. Pontos de corte do VO2máx para previsão do %GC de risco ≤40,9 mL/kg-1/min-1 (Area Under the Curve (Área Sob a Curva) - AUC: 0,65; p<0,001) para meninas e ≤44,8 mL/kg-1/min-1 (AUC: 0,66; p<0,001) para meninos foram destaques analíticos.Conclusões: VO2máx esteve associado inversamente ao %GC­, e os pontos de corte do VO2máx para a previsão do %GC de risco são resultados importantes para ações de combate à obesidade precoce.>>>
Leandro Smouter
Crea tu propia página
André de Camargo Smolarek
Crea tu propia página
William Cordeiro de Souza
Crea tu propia página
Valderi de Abreu de Lima
Crea tu propia página
Luis Paulo Gomes Mascarenhas
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Investigar a manifestação de sintomas do transtorno do processamento auditivo central em crianças com hipotireoidismo congênito.Métodos: Estudo de caráter exploratório, descritivo e transversal com 112 pacientes com hipotireoidismo congênito com idade ≥5 anos. Realizou-se entrevista com os pais/cuidadores no momento da espera da consulta médica. Portadores de outras afecções médicas foram excluídos. Como instrumento de pesquisa utilizou-se o protocolo estruturado de anamnese para avaliação do processamento auditivo rotineiramente empregado por audiologistas. A análise estatística utilizou o teste Qui-quadrado.Resultados: A distribuição por sexo foi semelhante (meninas: 53,3%). Os casos não-disgenesia constituíram a forma fenotípica mais prevalente para o hipotireoidismo congênito (88,4%), e verificou-se que 65,3% das crianças apresentavam algum episódio de níveis séricos irregulares de hormônio tireoestimulante. Dentre as manifestações mais frequentes dos sintomas do transtorno do processamento auditivo central, as queixas relaciondas às funções cognitivas auditivas, como: figura-fundo (83,0%), atenção auditiva (75,9%) e memória auditiva (33,0%) foram as mais evidentes. Reclamações relacionadas ao rendimento escolar foram reportadas em 62,3%.Conclusões: Os dados obtidos evidenciaram altas frequências de sintomas de defasagem nas funções cognitivas relacionadas ao processamento auditivo central, em especial na atenção auditiva, figura-fundo e memória auditiva nos portadores do hipotireoidismo congênito.>>>en: Objective: To investigate the presence of central auditory processing disorder symptoms in children with congenital hypothyroidism. Methods: An exploratory, descriptive, cross-sectional study of 112 patients with congenital hypothyroidism aged ≥5 years old. An interview was held with the parents/caregivers at the time of the medical consultation. Patients with other medical conditions were excluded. As a research instrument, the structured protocol of anamnesis was used to evaluate the auditory processing routinely used by audiologists. For statistical analysis, the chi-square test was used. Results: Sex distribution was similar in both boys and girls (girls: 53.3%). The most prevalent phenotypic form of congenital hypothyroidism was no dysgenesis (88.4%), and 65.3% of the children had an episode of irregular serum thyroid-stimulating hormone (TSH) levels. Among the manifestations of the most frequent central auditory processing disorder symptoms, problems were reported with regard to cognitive functions, as they related to hearing, such as figure-background ability (83.0%), auditory attention (75.9%) and auditory memory (33.0%). Complaints related to school performance were reported in 62.3% of the cases.Conclusions: The data obtained show a high frequency of lag symptoms in cognitive functions related to central auditory processing, particularly with regard to auditory attention, figure-background ability and auditory memory in patients with congenital hypothyroidism.>>>
Caio Leônidas Oliveira de Andrade
Crea tu propia página
Aline Cupertino Lemos
Crea tu propia página
Gabriela Carvalho Machado
Crea tu propia página
Luciene da Cruz Fernandes
Crea tu propia página
Lais Luz Silva
Crea tu propia página
Hélida Braga de Oliveira
Crea tu propia página
Helton Estrela Ramos
Crea tu propia página
Crésio Aragão Dantas Alves
Crea tu propia página
en: Objective: To measure the level of satisfaction regarding the usability of a neonatal health information system and identify if demographic factors can influence the usability of a health information system.Methods: A cross-sectional, exploratory study was carried out with a convenience sample of 50 users of the Brazilian Neonatal Research Network. The instrument chosen for the usability evaluation was the System Usability Scale between February and March 2017. The statistical analysis of the collected variables was carried out in order to describe the sample, to quantify the level of satisfaction of the users and to identify the variables associated with the level of satisfaction.Results: The female gender represented 75% of the sample. The mean age was 52.8 years; 58% had a doctoral degree, average time of graduation was 17 years, with area of practice in medicine (neonatology), with intermediate knowledge in computer science (74%) and mean system use time of 52 months. Regarding usability, 94% rated the system as “good”, “excellent” or “better than imaginable”. The usability of the system was not associated with age, gender, education, profession, area of practice, knowledge in computer science and time of system use.Conclusion: The level of satisfaction of the computerized health system user was considered good. No demographic factors were associated with the satisfaction of the users.>>>pt: Objetivo: Mensurar o grau de satisfação de profissionais de saúde quanto à usabilidade de um sistema de informação em saúde neonatal e identificar os fatores que podem influenciar na satisfação do usuário frente à usabilidade.Métodos: Estudo transversal e exploratório realizado com 50 profissionais de saúde integrantes dos centros da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais. Para avaliação da usabilidade foi utilizado o instrumento System Usability Scale entre fevereiro e março de 2017. Realizou-se a análise estatística descritiva e inferencial das variáveis coletadas, com a finalidade de descrever a amostra, quantificar o grau de satisfação dos usuários e identificar as variáveis associadas ao grau de satisfação do usuário em relação à usabilidade.Resultados: Da população avaliada, 75% era do sexo feminino, com idade média 52,8 anos, 58% com pós-graduação (doutorado); tempo médio da última formação de 17 anos; área de atuação em medicina (neonatologia), grau intermediário de conhecimento em informática e tempo de utilização média do sistema de 52 meses. Quanto à usabilidade, 94% avaliaram o sistema como “bom”, “excelente” ou “melhor impossível”. A usabilidade do sistema não foi associada a idade, sexo, escolaridade, profissão, área de atuação, nível de conhecimento em informática e tempo de uso do sistema.Conclusões: O grau de satisfação do usuário do sistema informatizado de saúde foi considerado bom. Não foram identificados fatores demográficos que influenciassem sua avaliação.>>>
Lucio Padrini-Andrade
Crea tu propia página
Rita de Cássia Xavier Balda
Crea tu propia página
Kelsy Catherina Nema Areco
Crea tu propia página
Paulo Bandiera-Paiva
Crea tu propia página
Marynéa do Vale Nunes
Crea tu propia página
Sérgio Tadeu Martins Marba
Crea tu propia página
Werther Brunow de Carvalho
Crea tu propia página
Ligia Maria Suppo de Souza Rugolo
Crea tu propia página
João Henrique Carvalho de Almeida
Crea tu propia página
Renato Soibelmann Procianoy
Crea tu propia página
José Luiz Muniz Bandeira Duarte
Crea tu propia página
Maria Albertina Santiago Rego
Crea tu propia página
Daniela Marques de Lima Mota Ferreira
Crea tu propia página
Navantino Alves Filho
Crea tu propia página
Ruth Guinsburg
Crea tu propia página
Edna Maria de Albuquerque Diniz
Crea tu propia página
Juliana Paula Ferraz dos Santos
Crea tu propia página
Daniela Testoni
Crea tu propia página
Nathalia Moura de Mello e Silva
Crea tu propia página
Maria Rafaela Conde Gonzales
Crea tu propia página
Regina Vieira Cavalcante da Silva
Crea tu propia página
Jucille Meneses
Crea tu propia página
Walusa Assad Gonçalves-Ferri
Crea tu propia página
Ricardo Perussi-e-Silva
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Revisar, na literatura, estudos que abordem alterações nos sistemas sensoriais apresentadas por respiradores orais. Fonte de dados: A busca foi realizada nas bases de dados PubMed, BIREME, LILACS, Web of Science e Scopus. A busca foi realizada independentemente por dois pesquisadores, seguindo os critérios de seleção. Foram selecionados artigos originais que abordaram a respiração oral e as alterações nos sistemas sensoriais publicados nos idiomas português, inglês e espanhol. Os artigos de revisão da literatura, as dissertações, os capítulos de livros, os estudos de caso e os editoriais foram excluídos. Síntese dos dados: Foram encontrados 719 artigos, dos quais 663 foram excluídos pelo título e 22 pelo resumo. Trinta e quatro manuscritos foram analisados, dos quais 23 estavam repetidos e 8 foram excluídos pelo texto lido na íntegra. Assim, três artigos foram selecionados para esta revisão. Conclusões: A maioria dos estudos apresenta a ocorrência de alterações dos sistemas sensoriais em crianças respiradoras orais. Contudo, observa-se maior preocupação na avaliação da recepção sensorial. Além disso, a avaliação dos sistemas sensoriais foi realizada de forma não padronizada, o que pode ter acarretado resultados menos precisos na população estudada.>>>en: Objective: To review, in the literature, information regarding changes in the sensory systems of mouth breathers. Data sources: The search was conducted in the following databases PubMed, BIREME, LILACS, Web of Science and Scopus. The search was independently carried out by two researchers, following the selection criteria. Original articles that approached mouth breathing and changes in sensory systems published in Portuguese, English and Spanish were published. Literature review of articles, dissertations, book chapters, case studies and editorials were excluded. Data synthesis: We found 719 articles. Among them, 663 were excluded by the title and 22 by the summary. Among the 34 analyzed manuscripts, 23 were repeated and 8 were excluded by reading the full text. Thus, 3 articles were selected for this review. Conclusions: Most studies presents the occurrence of changes in sensory systems in mouth breathing children. However, sensory reception is a matter of more concern. Besides, the evaluation of sensory systems was not standardized, which may have led to less precise results in the studied population.>>>
Ana Carollyne Dantas de Lima
Crea tu propia página
Daniele Andrade da Cunha
Crea tu propia página
Raquel Costa Albuquerque
Crea tu propia página
Richelle Nogueira Alves Costa
Crea tu propia página
Hilton Justino da Silva
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Revisar evidências atuais da relação entre transtorno obsessivo compulsivo e dificuldades alimentares.Métodos: Revisão das bases Science Direct e PubMed no período entre 2007 e 2017 em inglês, português e espanhol, com os termos em associação “transtorno obsessivo compulsivo” e “picky eating/dificuldade alimentar”. Foram selecionados apenas estudos de coorte, caso controle ou transversal, realizados em qualquer país, com crianças, adolescentes e/ou adultos e de qualquer tamanho amostral. Foram excluídos os artigos de opinião.Resultados: Cerca de 245 artigos foram selecionados e apenas 4 foram incluídos no estudo, segundo critérios de seleção. Os trabalhos descrevem essencialmente que há diferença no comportamento seletivo entre os sujeitos com e sem transtorno obsessivo compulsivo, com tendência para exacerbação de sintomas como nojo, ansiedade e escore de inflexibilidade de comportamento alimentar nos pacientes com esse transtorno.Conclusões: Existem sintomas compartilhados entre transtorno obsessivo compulsivo e dificuldade alimentar. O estudo alerta aos profissionais que acompanham pacientes com dificuldades alimentares para a importância da investigação de possíveis comorbidades psiquiátricas.>>>en: Objective: To review current evidence on the relationship between obsessive-compulsive disorder and feeding difficulties.Methods: Review the Science Direct and PubMed databases between 2007 and 2017 in English, Portuguese and Spanish. The search terms, used in association, were “obsessive compulsive disorder” and “picky eating/feeding difficulty”. Cohort, case control and cross sectional studies were included that analyzed children, adolescents and/or adults of any sample size from any country in the world. Opinion articles were excluded.Results: Around 245 articles were selected, and only 4 were included in this review, according to previous criteria. Results from the studies essentially described that there is indeed a difference in “picky” behaviors between subjects with and without obsessive-compulsive disorder. Patients with obsessive-compulsive disorder tend to have exacerbated symptoms of disgust, anxiety and a higher eating behavior inflexibility score.Conclusions: Obsessive-compulsive disorder and feeding difficulties patients share common symptoms. The present study alerts health professionals who follow patients with feeding difficulties as to the importance of investigating possible psychiatric comorbidities.>>>
Ana Beatriz Bozzini
Crea tu propia página
Gabriela Malzyner
Crea tu propia página
Priscila Maximino
Crea tu propia página
Rachel Helena Vieira Machado
Crea tu propia página
Claudia de Cassia Ramos
Crea tu propia página
Letícia Ribeiro
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Verificar a efetividade de intervenções educacionais baseadas na orientação sobre atividade física e nutrição em escolares. Fonte de dados: Foi realizada busca sistemática em quatro bancos e bases de dados eletrônicos, com artigos publicados entre outubro de 2007 e janeiro de 2017 que abordaram a realização de intervenções educacionais com ênfase em educação nutricional e atividade física ou exercício físico em escolares com idades entre 10 e 19 anos. Síntese dos dados: Foram selecionados 12 artigos para esta revisão. Desses estudos, quatro incluíram a intervenção educacional; quatro associaram intervenções educacionais à inclusão de alimentos saudáveis e atividade física; dois estudos relacionaram as orientações e a atividade física; e, por fim, dois ligaram as orientações com o consumo de alimentos saudáveis.Conclusões: As intervenções baseadas na orientação de atividade física e/ou nutrição foram eficientes, com resultados superiores nos estudos que associaram a prática de atividade física à orientação. Entretanto, observou-se a necessidade da realização de novos estudos que abordem as intervenções educacionais em escolares.>>>en: Objective: To verify the effectiveness of educational interventions based on guidance on physical activity and nutrition in schoolchildren. Data sources: A systematic search was carried out in four electronic databases containing articles published between October 2007 and January 2017 and addressing educational interventions with emphasis on both nutritional education and physical activity in schoolchildren and adolescents aged 10 to 19 years. Data synthesis: Twelve articles were selected for this review, of which four included only educational interventions; four made and association between educational interventions, inclusion of healthy foods and physical activity; two made a relation between guidelines and physical activity; and finally, two associated guidelines with consumption of healthy foods. Conclusions: Interventions based on physical activity and/or nutrition counseling were efficient and showed superior results in studies that associated the practice of physical activity with counseling. However, the need for new studies on educational interventions among schoolchildren and adolescents was made evident.>>>
Vaneza Lira Waldow Wolf
Crea tu propia página
Juan Eduardo Samur-San-Martin
Crea tu propia página
Suzy Ferreira de Sousa
Crea tu propia página
Hemerson Dinis Oliveira Santos
Crea tu propia página
Augusto Gerhart Folmann
Crea tu propia página
Roberto Régis Ribeiro
Crea tu propia página
Gil Guerra-Júnior
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Descrever um caso incomum de infecção por Strongyloides stercoralis (S. stercoralis) em paciente de quatro meses de idade e ressaltar a importância do diagnóstico precoce.Descrição do caso: Paciente masculino, procedente e residente de Videira, Santa Catarina, Brasil, nasceu pré-termo, parto cesárea, peso de nascimento 1.655 g, e permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva neonatal e intermediária por 20 dias. Aos quatro meses de idade, começou a evacuar fezes sanguinolentas e foi feita hipótese de alergia à proteína do leite de vaca, em razão da sintomatologia e do uso da fórmula infantil para o primeiro semestre, para o qual foi indicada a substituição por fórmula infantil com proteína hidrolisada. Foram solicitados a pesquisa de leucócitos e o exame parasitológico das fezes). Ambos se mostraram positivos e o parasitológico revelou a presença de larva rabditoide de S. stercoralis. O clínico manteve a hipótese inicial e a dieta, mas solicitou a coleta de três amostras de fezes, que resultaram em uma amostra para larvas rabditoide, em muda, de S. stercoralis. Como a criança apresentava dor abdominal, vômito e as fezes permaneciam sanguinolentas, foi iniciado o tratamento com tiabendazol - duas vezes/dia por dois dias -, repetido após sete dias, e, em seguida, realizado o exame parasitológico de fezes, tendo sido negativo. Comentários: A estrongiloidíase, apesar de ser uma infecção parasitária frequentemente leve, em pacientes imunocomprometidos pode se apresentar de forma grave e disseminada. Deve-se suspeitar desse agente em pacientes que vivem em áreas endêmicas, sendo o diagnóstico estabelecido por meio da pesquisa das larvas do S. stercoralis na secreção traqueal e nas fezes.>>>en: Objective: To describe an uncommon case of infection by Strongyloides stercoralis (S. stercoralis) in a 4-month-old child and to highlight the importance of early diagnosis.Case description: The patient was a male child from the city of Videira, State of Santa Catarina, Southern Brazil, who was born preterm by Cesarean-section, weighing 1,655 g, and stayed in the neonatal intensive care unit for 20 days. At four months of age, the child started presenting blood in stools and the possibility of cow’s milk protein allergy was considered, given the symptoms and the use of infant formula in his 1st semester of life, which was then replaced by infant formula with hydrolyzed protein. White blood cell count and a parasitological stool sample were requested. Both tested positive and the stool ova and parasite examination showed a rhabditoid larva of S. stercoralis. The clinician maintained the initial hypothesis and diet, but requested three new stool samples, which tested positive for rhabditoid larvae of S. stercoralis. Since the child presented abdominal pain and vomiting, and there was still blood in stools, treatment with thiabendazole was initiated twice a day for two days. Treatment was repeated after seven days along with a new parasitological examination, which was then negative. Comments: Although strongyloidiasis is usually a mild parasitic infection, it may be severe and disseminated in immunocompromised patients. This agent must be considered in patients who live in endemic areas, and the diagnosis should be established by searching S. stercoralis larvae in tracheal secretions and in stools.>>>
Evandro Brandelero
Crea tu propia página
Bibiana Paula Dambrós
Crea tu propia página
Elenice Messias do Nascimento Gonçalves
Crea tu propia página
Vera Lucia Pagliusi Castilho
Crea tu propia página
Amarildo Moro Ribas
Crea tu propia página
Maribel Emília Gaio
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Relatar um caso raro de uma criança com meningite associada a pericardite na doença pneumocócica invasiva.Descrição do caso: Este relato descreve uma evolução clínica desfavorável de um lactente feminino de 6 meses de idade, previamente hígido, que apresentou inicialmente sintomas respiratórios e febre. A radiografia de tórax revelou um aumento da área cardíaca sem alterações radiográficas nos pulmões. Após a identificação do derrame pericárdico, o paciente apresentou convulsões e entrou em coma. Pneumonia foi descartada durante a investigação clínica. Contudo, foi identificado Streptococcus pneumoniae nas culturas de líquor e sangue. O exame neurológico inicial foi compatível com morte encefálica, posteriormente confirmada pelo protocolo.Comentários: A pericardite purulenta tornou-se uma complicação rara da doença pneumocócica invasiva desde o advento da terapia antibiótica. Pacientes com pneumonia extensa são primariamente predispostos e, mesmo com tratamento adequado e precoce, estão sujeitos a altas taxas de mortalidade. A associação de meningite pneumocócica e pericardite é incomum e, portanto, de difícil diagnóstico. Por isso, uma alta suspeição diagnóstica é necessária para instituir o tratamento precoce e aumentar a sobrevida.>>>en: Objective: To report a rare case of a child with invasive pneumococcal disease that presented meningitis associated with pericarditis.Case description: This report describes the unfavorable clinical course of a previously healthy 6-months-old female infant who initially presented symptoms of fever and respiratory problems. A chest X-ray revealed an increased cardiac area with no radiographic changes in the lungs. After identifying a pericardial effusion, the patient experienced seizures and went into coma. Pneumonia was excluded as a possibility during the clinical investigation. However, Streptococcus pneumoniae was identified in the cerebrospinal fluid and blood cultures. An initial neurological examination showed that the patient was brain dead, which was then later confirmed according to protocol.Comments: Purulent pericarditis has become a rare complication of invasive pneumococcal disease since the advent of antibiotic therapy. Patients with extensive pneumonia are primarily predisposed and, even with early and adequate treatment, are prone to high mortality rates. The association of pneumococcal meningitis and pericarditis is uncommon, and therefore difficult to diagnose. As such, diagnostic suspicion must be high in order to institute early treatment and increase survival.>>>
Tiago Henrique de Souza
Crea tu propia página
José Antônio Nadal
Crea tu propia página
Carlos Eduardo Lopes
Crea tu propia página
Roberto José Negrão Nogueira
Crea tu propia página
pt: Objetivo: Relatar um caso de pênfigo neonatal em paciente que manifestou lesões cutâneas extensas e críticas ao nascimento.Descrição do caso: Recém-nascido do sexo masculino com lesões vesicobolhosas extensas em região anterior do tórax e abdome, desde o nascimento. Admitido na ala pediátrica de um hospital para diagnóstico etiológico e tratamento. Com base na história materna e na avaliação clínica, concluiu tratar-se de pênfigo vulgar neonatal. O paciente apresentou evolução satisfatória, sem a necessidade de intervenção farmacológica.Comentários: Os casos descritos na literatura e as referências avaliadas revelam o pênfigo neonatal como uma doença de ocorrência rara, porém cujo conhecimento e diagnóstico precoce têm grande relevância clínica, considerando-se que geralmente se manifesta com lesões epidérmicas extensas e de aspecto crítico, embora apresente curso clínico transitório e benigno, sem necessidade de tratamento específico e sem relação com doença futura.>>>en: Objective: To report on the case of a patient with neonatal pemphigus that had extensive and critical skin lesions at birth. Case description: A newborn male with extensive vesico-bullous lesions on the anterior side of his chest and abdomen at birth. He was admitted to the pediatric ward of a hospital for an etiological diagnosis and for treatment. Based on maternal history and a clinical evaluation, the patient was diagnosed with neonatal vulgar pemphigus. His progression was satisfactory and, in the end, he did not need pharmacological interventions. Comments: The cases reported in the literature and the references evaluated reveal that neonatal pemphigus is rare, but that knowledge about the disease allows for an early diagnosis to be made. This has great clinical relevance considering that the disease usually manifests itself in the form of extensive epidermal lesions, even though it is transient and benign, it does not require specific treatment, and it does not have any relation with possible future diseases.>>>
Adriana Amaral Carvalho
Crea tu propia página
Dinamar Amador dos Santos Neto
Crea tu propia página
Mirelle Augusta dos Reis Carvalho
Crea tu propia página
Sabrina Jeane Prates Eleutério
Crea tu propia página
Alessandra Rejane Ericsson de Oliveira Xavier
Crea tu propia página
Universidad Autónoma del Estado de México
Sistema de Información Científica Redalyc ®
Versión 3.0 | 2018
redalyc@redalyc.org